Desde 2014, mais de 71000 artigos.
,/2022

Prefeitura inicia intervenção no Lago do Aquarius

Cidade
02 de maio de 2022

Maquinário atua no local (Foto: Divulgação)

O tradicional Lago do Aquárius, zona Norte de Marília, vem sofrendo processo de eutrofização – causado pelo lançamento de esgoto clandestino em suas águas. Isso gera o surgimento e crescimento descontrolado de plantas aquáticas, que criam uma vasta camada de algas em sua superfície e inibem a passagem dos raios solares, eliminando o oxigênio e, consequentemente, matando as demais espécies, o que gera grande desequilíbrio ambiental.

Segundo a bióloga Gabriela Guttier Gava, plantas invasoras estão sendo retiradas, e ajustes ao paisagismo serão proporcionados conforme as necessidades, tornando o local mais agradável para o bom convívio social.:

“Trata-se de um lago histórico existente em nossa cidade. Infelizmente está ocorrendo o lançamento clandestino de esgoto nestas águas e isto tem causado o processo de eutrofização. Encontramos o ponto exato do lançamento destes efluentes e estamos identificando o infrator, que será responsabilizado pelos danos ambientais”, garante.

Equipe técnica acompanha recuperação (Foto: Divulgação)

Anilton Rodrigues, coordenador de serviços, explica as ações envolvidas. “Há anos esta represa vem sendo degradada pelo lançamento de esgoto em suas águas. Infelizmente este crime acarretou em contaminação do lago, causando grandes transtornos ao meio ambiente e à população local. Estamos limpando a área, enquanto a equipe técnica do meio ambiente desenvolve as ações necessárias para eliminar esse lançamento irregular de esgoto e recuperar o volume d’água na represa. Além da limpeza, iremos introduzir espécies de plantas que embelezarão o local e tornaremos o espaço agradável às famílias que terão mais essa opção para caminhadas e reflexão em meio à natureza.”

Cassiano Rodrigues Leite, chefe da Divisão do Meio Ambiente, orienta a população sobre crimes ambientais.

“Há anos ouvimos falar em educação ambiental, mas estamos acompanhando com espanto a falta de colaboração de algumas pessoas. Os ecopontos estão sendo vandalizados, esgoto e lixo estão contaminando nossas nascentes, terrenos sofrem constantes queimadas, dentre outros graves problemas que temos constatado. As pessoas precisam entender que o meio ambiente em equilíbrio é a única garantia de vida que temos no planeta. Estamos sofrendo com o aquecimento global, a falta d’água e doenças respiratórias e, mesmo assim, continuamos degradando justamente quem nos mantém vivos.”

Área é recuperada pela administração (Foto: Divulgação)

Segunda o gestor do setor, é necessário que Educação Ambiental se torne matéria obrigatória nas escolas, e que ações sustentáveis sejam amplamente realizadas por todos.

“Mesmo que sejam ações pequenas, como o plantio de uma única árvore, trará grandes benefícios ao planeta, quando somadas todas as demais ações realizadas pelo coletivo. Iniciaremos uma força-tarefa em Educação Ambiental, através da Equipe do Programa Município VerdeAzul, mas pedimos que todos que puderem educar nossas crianças sobre temas ambientais o façam com a máxima urgência, para que possamos garantir um mundo mais saudável e em equilíbrio às gerações futuras”, afirma Cassiano.

Sugestões, informações ou participações em ações ambientais podem ser feitas através do telefone (14) 3408-6700.