Desde 2014, mais de 44000 artigos.
,/2020

Prefeitura lança mapa com suspeitas de coronavírus

Cidade
21 de março de 2020

Ferramenta foi lançada nesta sexta-feira (20) – (Foto: Leonardo Moreno/Marília Notícia)

A Prefeitura de Marília lançou um mapa, vinculado ao site oficial do município de combate ao coronavírus, com informações sobre a distribuição geográfica dos casos suspeitos de contaminação na cidade. Para conhecer a ferramenta, [clique aqui].

Cada ponto no mapa representa um caso e basta colocar o cursor do mouse sobre eles para acesso a detalhes, como sexo, idade, data de início dos sintomas e se o paciente está com internação ou isolamento domiciliar.

Também constam informações como a unidade notificante sobre o caso e a suposta forma de contaminação. A maior parte das suspeitas se concentram na zona Sul da cidade.

No mapa, assim como na página temática, existem informações atualizadas constantemente sobre casos suspeitos, confirmados e descartados.

Para resguardar a intimidade dos pacientes e seus endereços, os locais apontados no mapa não correspondem à localização exata e sim à região identificada.

As novas ferramentas foram criadas pelo governo Daniel Alonso (PSDB) por meio da Secretaria de Tecnologia da Informação.

Marília é uma das primeiras cidades do interior a lançar a plataforma com o mapeamento georreferenciado da doença.

De acordo com o Eduardo Yamamoto, chefe da pasta, “trata-se de uma grande inovação tecnológica nesses tempos de incertezas e fake news”.

Página

O site marilia.sp.gov.br/coronavirus – página a qual o mapa está vinculado – poderá ser acessado de qualquer computador desktop ou via celular.

Logo de início é possível encontrar um quadro com os dados dos casos suspeitos (amarelo), os descartados (verde), os confirmados (vermelho) e óbitos (preto).

Rolando a mesma página, é possível encontrar informações e dicas para se prevenir da doença que ainda não tem confirmações de resultados positivos na cidade, apenas casos suspeitos.

Casos atualizados

Subiu para 30 o número de casos suspeitos do novo coronavírus. A informação foi divulgada em boletim da Secretaria da Saúde de Marília emitido ao meio dia deste sábado (21).

Três casos suspeitos foram descartados pelo Estado por não possuir critério epidemiológico, não sendo necessários a chegada dos exames laboratoriais.

Ainda não há resposta para nenhum teste de confirmação da doença. “Os resultados dos exames são realizados somente em São Paulo e pelo Instituto Adolfo Lutz, órgão estadual responsável por todo o Estado”, afirma a Prefeitura em nota oficial.

“Como a demanda está alta com todas as cidades do Estado enviando material para o Instituto, eles não têm previsão da entrega dos exames dos que estão aguardando resultados”, explica o município.

Mudança de protocolo nas notificações e testes

Segundo a Prefeitura, seguindo novas orientações do Ministério da Saúde, a partir de hoje (21) não será mais realizado notificação específica de suspeita para Covid-19 e sim para Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG). Somente casos de pessoas internadas será investigado, seja para coronavírus ou influenzas (A-H1N1, A-H3N2, B, entre outras).

Em entrevista coletiva na última quinta-feira (19) em Brasília, os representantes do Ministério da Saúde já haviam argumentado que, diante da impossibilidade de testar todas as pessoas, os exames serão realizados prioritariamente em situação grave, como em internação.

Não é só Marília que vive a apreensão para divulgação de resultados, em diversas cidades do país vêm havendo reclamações de dificuldade para efetuar o teste.

“Nossa prioridade é poder ter garantia do teste para casos graves. Ninguém vai ser prejudicado por não fazer o teste. Ele serve para saber quem tem coronavírus e entrar em isolamento. Já estamos recomendando que pessoas com sintomas entrem em isolamento. Os assintomáticos não fariam teste. Não tem como fazer teste agora”, pontuou o secretário executivo da pasta, João Gabbardo dos Reis.