Desde 2014, mais de 54000 artigos.
,/2021

Polícia Militar prende três após furtos em Garça

Regional
13 de janeiro de 2021

TV foi localizada (Foto: Divulgação)

A Polícia Militar de Garça (distante 35 quilômetros de Marília) prendeu três pessoas em dois flagrantes de furtos nesta terça-feira (12).

O primeiro caso aconteceu em um estabelecimento comercial, por volta de 7h12, na rua Coronel Joaquim Piza. Os PMs foram acionados e a vítima relatou que tinham furtado um freezer de sorvete, bebidas alcoólicas, uma TV e outros objetos.

Os policiais iniciaram o patrulhamento e pela rua José Augusto Escobar esquina com rua Tiradentes abordaram um indivíduo, já conhecido, que carregava uma bolsa preta contendo vários sorvetes e uma vara de pesca com molinete.

Indagado, desconversou, porém a vítima reconheceu os objetos. Ainda em diligência, na rua São Carlos, os militares abordaram outra pessoa suspeita, que acabou admitindo o furto, declarando que os pertences da vítima estavam em sua residência e o freezer em um matagal nas proximidades.

Diante dos fatos, os indivíduos de 18 e 44 anos foram presos e encaminhados até a Delegacia de Garça, onde permaneceram à disposição da Justiça.

Até freezer levaram no primeiro caso (Foto: Divulgação)

O segundo flagrante foi por volta de 8h57. A vítima acionou a PM na rua Prudente de Moraes, onde um indivíduo havia furtado dois botijões de gás.

A equipe policial recebeu denúncia anônima informado quem seria o autor. Após diligência, o indivíduo de 37 anos foi localizado e confessou o crime.

Ele indicou o lugar onde escondeu os botijões, porém não estavam lá. O autor foi conduzido até a Delegacia e após prestar depoimento foi liberado.

Após isso, os PMs receberam outra denúncia e localizaram os objetos, que foram restituídos à vítima. O local onde os botijões estavam não foi divulgado.

Botijões foram localizados (Foto: Divulgação)

Produtos apreendidos do primeiro caso de furto (Foto: Divulgação)

Produtos apreendidos do primeiro caso de furto (Foto: Divulgação)

Vara de pescar do primeiro caso (Foto: Divulgação)