Desde 2014, mais de 71000 artigos.
,/2022

Polícia mantém silêncio sobre atentado a secretário

Polícia
12 de maio de 2022

Local foi preservado pela Polícia Militar até chegada da perícia (Foto: Marcelo Moriyama/Marília Notícia)

Após duas semanas do atentado a tiros contra o secretário da Fazenda de Marília, Levi Gomes, o caso ainda é não foi esclarecido pela Polícia Civil de Marília.

Homem forte da gestão Daniel Alonso (PSDB), o gestor da pasta de finanças foi atacado quando saía de casa para uma caminhada no dia 27 de abril, pela manhã.

A reportagem do Marília Notícia tentou contato com o delegado titular da Delegacia de Investigações Gerais (DIG) de Marília, mas não teve retorno até a conclusão deste texto.

A informação até a semana passada era de que a unidade policial trabalhava na análise de imagens de câmeras de segurança coletadas na região. Porém, não foi confirmada a identificação de suspeitos.

O próprio secretário disse não ter informações sobre o caso. Segundo Gomes, após o episódio naquela manhã, não houve nenhum outro contato ou reiteração da ameaça.

Na ocasião, o gestor afirmou que – ao longo do tempo que exerce o cargo público – “desagradou muita gente” por “fazer o certo”, mas disse não ter ideia de quem poderia atentar contra sua vida.