Desde 2014, mais de 41000 artigos.
,/2019

Pais reclamam de escolas sem aulas por causa de Jogos Abertos

Cidade
11 de novembro de 2019

Pais e responsáveis de alunos de algumas escolas de Marília não gostaram nada de saber que as aulas serão suspensas por duas semanas. Isso porque as unidades de ensino serão utilizadas como alojamento por quase 20 mil participantes dos Jogos Abertos do interior.

Marília é a sede da 83ª edição do maior evento esportivo da América Latina entre esta segunda-feira (11) e o próximo dia 23 de novembro.

Nas últimas semanas as famílias dos alunos que estudam em escolas municipais onde serão abrigados atletas foram avisadas, por meio de recado nos cadernos, de que as aulas serão retomadas apenas no dia 25 de novembro.

Alguns pais reclamam por não terem com quem deixar seus filhos durante o horário de trabalho. Outros responsáveis pelos alunos se preocupam com eventuais prejuízos pedagógicos.

São aproximadamente 20 escolas municipais que receberão parte dos visitantes de 210 cidades paulistas. Entre elas estão principalmente escolas de ensino fundamental, mas existem algumas com ensino infantil também. No caso das escolas estaduais são pelo menos 45.

Parte das delegações também ficarão em locais como o Nikkey Clube, ginásios e no Bloco X da Unimar.

Prefeitura

A Prefeitura de Marília informou por meio de nota “que a data dos Jogos Abertos foi definida pela Secretaria Estadual de Educação”.

“Os dias letivos foram repostos pelas Escolas Estaduais e Municipais através de atividades diversas realizadas aos sábados e feriados, estando de acordo com a legislação vigente”, consta no posicionamento oficial.