Desde 2014, mais de 71000 artigos.
,/2022

‘Não faz sentido cobrar impostos sobre remédios’, diz Walter Ihoshi

Cidade
14 de julho de 2022

O ex-deputado federal Walter Ihoshi (PSD), em recentes posicionamentos, voltou a falar sobre o imposto que incide sobre os remédios e a forma como eles são cobrados em Brasília. Ihoshi foi presidente da Frente Parlamentar pela Desoneração de Medicamentos em Brasília e trabalhou pela redução de impostos de remédios.

Recentemente, o ex-parlamentar voltou a falar sobre o assunto em entrevistas e nas redes sociais. “Não faz sentido se cobrar impostos sobre remédios, principalmente os de uso contínuo. São pessoas que precisam comprar os mesmos remédios todo mês para cuidar da saúde. Essas pessoas pagam altos impostos nesses remédios. Isso não faz sentido”, ressalta Ihoshi.

Além disso, o ex-deputado fez questão de enfatizar que a prática de zerar impostos para remédios já existe em alguns países.

“Países como a Inglaterra e o Canadá não cobram impostos sobre remédios, ajudando, assim, o consumidor final. Já aqui no Brasil, 35,7% de impostos são cobrados sobre os remédios, o que não faz sentido. Lá em Brasília, lutei muito por isso, conseguimos a redução de alguns impostos para alguns grupos de medicamentos, mas essa é uma luta que quero retomar”, finaliza.