Desde 2014, mais de 64000 artigos.
,/2021

Motorista de Marília leva tiro na cabeça em assalto na região

Polícia
24 de novembro de 2021

Um motorista de Marília, de 31 anos, foi assaltado e levou um tiro na cabeça após fazer uma corrida particular até Campos Novos Paulista (distante 64 quilômetros de Marília), no último domingo (21). A vítima segue internada no Hospital das Clínicas em Marília.

O assunto repercutiu muito nos grupos de WhatsApp de motoristas de aplicativos e particulares da região. Muitos estão com medo e pensam em parar de trabalhar com a modalidade.

O Marília Notícia conversou com a vítima, nesta quarta-feira (24), que contou detalhes do caso que aconteceu entre 10h e 12h do último domingo. O motorista havia acabado de deixar uma passageira particular, que fez o trajeto de Marília até a cidade vizinha.

“Andei umas duas quadras, já próximo ao cemitério, fui arrumar o aplicativo que também trabalho, caso surgisse alguma corrida de lá para Marília, para não vir com o carro vazio. Enquanto mexia no aplicativo, fui abordado por dois homens armados”, conta a vítima que prefere não se identificar.

“Me abordaram, colocaram no porta-malas e levaram. Fizeram três paradas. A primeira colocaram um monte de saco com coisas dentro. Eu escutei. Na segunda, ouvi falarem ‘aqui não, aqui não dá, mais para frente’. E na terceira foi onde tinha uma mata e pararam. Eles me amarraram com a minha própria blusa. E neste local, deram dois tiros, mas achei que não tinha bala, aí eu fui para cima deles para tentar me defender”, narra a vítima.

“Eu joguei os dois no chão, um era mais ‘gordinho’. Eu estava na luta ali, aí a hora que o ‘gordinho’ conseguiu me segurar, o ‘magrelo’ veio e me deu um tiro na cabeça”, completa o motorista.

A bala ficou alojada entre o crânio e o couro cabeludo. Por sorte, o projétil não perfurou o crânio, que acabou somente trincando.

“Em seguida, eles fugiram porque eu me fingi de morto. Quando eu vi que eles tinham ido embora, tirei a camiseta, estanquei o sangue e fui tentar ajuda. Passou uma caminhonete com os vidros fechados e não deu ajuda, aí eu encontrei um sítio, mas a mulher trancou toda a casa e não quis dar socorro, mandou eu voltar para a estrada. Cheguei em uma bifurcação próxima a uma vila chamada São Benedito, duas caminhonetes estavam vindo, pedi ajuda, não pararam. Com muito custo cheguei na vila, e aí me ajudaram. Ligaram para a ambulância de Ocauçu e foram me resgatar”, conta.

O homem passou pelos primeiros-socorros em Ocauçu e depois foi transferido para o Hospital das Clínicas em Marília. O motorista passou por cirurgia na segunda-feira (22) para retirada do projétil e dos fragmentos.

O carro, um Ford Fiesta, ainda não foi localizado, mas segundo a vítima não tinha muito combustível. “Eu estava voltando e ia passar no posto para abastecer. Levaram meu celular, cartão e cerca de R$ 300”, lista.

“De motorista eu não trabalho mais não. Não sei quanto tempo vou ficar proibido de trabalhar”, pontua a vítima, que esta na área desde 2019.

De acordo com o motorista, o caso foi registrado pela Polícia Militar de Ocauçu. A Polícia Civil de Marília foi informada sobre o caso somente nesta quarta. Vale lembrar que, como o crime aconteceu na área de Campos Novos Paulista, o dever da investigação recai sobre a Seccional de Assis.

Consultada pelo MN, a assessoria de imprensa do Hospital das Clínicas confirmou a internação do rapaz, mas se recusou a comentar o caso.

Quer receber notícias no seu WhatsApp? Clique aqui! Estamos no Telegram também, entre aqui.