Desde 2014, mais de 47000 artigos.
,/2020

Meta do Ideb para 2019 já foi batida em 66% das escolas municipais

Cidade
05 de abril de 2019

Uma das escolas com maior nota do Ideb nos anos iniciais da educação básica em Marília (Foto: Divulgação)

A meta do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) em 2019 para os anos iniciais já foi alcançada – ou mesmo ultrapassada – há dois anos em 66% das 18 escolas municipais com dados disponíveis no banco de dados.

O município possui ao todo 20 escolas municipais e o levantamento é feito pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) a cada dois anos. Em 2017 apenas duas escolas municipais ficaram abaixo da média.

Caso não haja retrocesso nas notas, somente seis escolas precisam melhorar seu desempenho na avaliação deste ano para alcançar a meta estipulada. Veja a tabela completa abaixo.

Prefeito Daniel em entrega de kit escolar este ano (Foto: Mauro Abreu)

As escolas que precisam avançar no desempenho para atingir a meta este ano são a Professor Américo Capelozza, Professora Myrthes Pupo de Negreiros, Professor Antônio Moral, Professor Olímpio Cruz, Professor Célio Corradi e Paulo Reglus Neves Freire.

Quase todas as escolas que precisam aumentar suas notas para atingir a meta deste ano ficam em regiões periféricas da cidade.

Apenas uma escola não apresenta dados sobre 2017, apenas metas para 2019, a Professor Antônio Garcia Egea.

As duas escolas municipais com melhor desempenho da cidade – nota 7,9 – tiraram em 2017 uma pontuação 1,1 acima da meta para 2019. São as escolas Professora Reny Pereira Cordeiro e Professora Edmea Braz Rojo Sola.

Outra unidade escolar com nota mais elevada da rede municipal (Foto: Divulgação)

De acordo com a Prefeitura, com base nos dados de 2017, a cidade tem a segunda melhor nota entre cidades entre 200 mil a 300 mil habitantes.

De modo geral Marília apresenta nota 7,2 no Ideb, acima da média nacional (5,5) e do Estado de São Paulo (6,5).

Quer dizer que a rede municipal como um todo – sem observar os dados por escola – já apresentou há dois anos uma nota que só era esperada para 2021. Em 2019 a meta é nota 7, superada no último levantamento.

(Fonte: Inep)