Desde 2014, mais de 71000 artigos.
,/2022

Marília registra mais dois casos e uma morte por meningite

Cidade
17 de junho de 2022

Vacinação é o melhor método de prevenção para a meningite (Foto: Divulgação)

O número de casos de meningite segue crescendo em Marília, e os dados têm aumentado a preocupação das autoridades sanitárias. Só na última semana, foram contabilizados mais dois casos e uma morte em razão da doença. No ano, já são 14 casos e três mortes.

O alta no comparativo com o mesmo período do ano anterior chega a 600%. De janeiro até meados de junho do 2021, haviam sido registrados apenas dois casos de meningite.

A doença se caracteriza pela infecção das meninges, membranas que revestem o cérebro e a medula espinhal. Ela pode ser causada por bactérias, vírus e até fungos.

As meningites virais ou bacterianas são contagiosas, e podem passar de uma pessoa para a outra por meio do contato com saliva ou secreções respiratórias do contaminado.

A meningite viral também pode ser transmitida por meio do contato com água e alimentos não tratados ou contaminados com as fezes de uma pessoa infectada.

COMO PREVENIR

Há duas vacinas disponíveis no Sistema Único de Saúde (SUS) que protegem contra a meningite: a meningocócica C e a ACWY, que protege contra quatro sorotipos de meningite bacteriana: A, C, W e Y. A vacinação é a melhor forma de prevenção.

Também é aconselhável higienizar as mãos com frequência, manter os ambientes ventilados e limpos, e evitar aglomerações.