Desde 2014, mais de 48000 artigos.
,/2020

Jovem de 18 anos é quinta morte registrada por coronavírus

Cidade
16 de junho de 2020

Giovanna Volpe, quinta vítima fatal da Covid-19 em Marília (Foto: Arquivo Pessoal)

Uma jovem de 18 anos é a quinta vítima fatal confirmada para Covid-19 em Marília. Giovanna Volpe estava internada no Hospital Beneficente Unimar (HBU) e morreu nesta segunda-feira (15).

A jovem pode ser incluída no grupo de risco, pois possuía comorbidades – ou seja, associação de outras doenças, como obesidade.

Giovanna é neta de uma senhora que faleceu aos 74 anos no último dia 10 de junho, também diagnosticada com Covid-19.

Segundo a Prefeitura, a moça teve contato com caso positivo. Ela passou por atendimento numa unidade de saúde para pacientes sintomáticos nos dias 2 e 4 de junho, quando foi medicada e orientada sobre sinais de alarme.

No dia 5 de junho apresentou desconforto respiratório mais grave e foi encaminhada para internação hospitalar.

Ainda conforme o poder público, o caso se agravou devido às condições já instaladas e à obesidade, sendo que o resultado positivo para Covid-19 foi confirmado no último dia 12 pelo Instituto Adolfo Lutz.

Dessa família permanecem internadas mais duas pessoas com exames já positivos para a Covid-19 – o marido da senhora de 74 anos que faleceu e uma irmã de Giovanna.

Jovem apresentava comorbidade (Foto: Arquivo Pessoal)

Boletim epidemiológico

A Prefeitura de Marília confirmou nesta terça-feira (16) mais 19 casos de Covid-19 e o município soma agora 187 testes positivos para a doença.

Do total de casos confirmados, 144 são considerados curados e 38 estão em período de transmissão.

Conforme o boletim epidemiológico, 370 pessoas aguardam o resultado de exames.

O município contabiliza agora seis óbitos de pacientes infectados e uma morte continua em investigação.

A cidade tem 27 pessoas internadas, sendo 16 pacientes com suspeita para o novo coronavírus e 11 já confirmados.

A Vigilância Epidemiológica já recebeu 1.500 notificações sobre supostos casos da doença, sendo que 943 foram descartadas.