Desde 2014, mais de 71000 artigos.
,/2022

Marília soma 20 casos de meningite e quatro mortes

Cidade
28 de julho de 2022

Vacina foi disponibilizada para os profissionais de saúde (Foto: Divulgação)

A Secretaria Municipal da Saúde divulgou relatório com a confirmação de mais três casos de meningite em apenas uma semana (de 12 a 18 de julho). Já são 20 casos até agora em 2022, com quatro mortes. No mesmo período do ano passado, apenas três casos tinham sido registrados, e nenhuma morte.

O aumento significativo nos registros gerou um alerta da Secretaria de Estado da Saúde, que disponibilizou a vacina Meningocócica C – que é aplicada em bebês aos três e cinco meses, com reforço aos doze meses – também para os profissionais de saúde.

“A campanha de multivacinação que tivemos no sábado (23) foi uma das campanhas que o município já fez (na tentativa de conter a propagação da doença). Fizemos um alerta para a rede falando sobre esses casos que vêm aumentando, até porque 20% deles culminaram em óbito. Temos chamado a população para atualizar a caderneta de vacinação. Os imunossuprimidos podem tomar a vacina pneumocócica, já que os casos também podem evoluir para meningite”, afirma a Vigilância Epidemiológica, por meio da assessoria de imprensa.

Há duas vacinas disponíveis no Sistema Único de Saúde (SUS) que protegem contra a meningite: a meningocócica C (aplicada em bebês e que está sendo disponibilizada aos profissionais de saúde) e a ACWY, que protege contra quatro sorotipos de meningite bacteriana: A, C, W e Y.  Esse imunizante é aplicado em dose única em adolescentes aos 11 anos de idade.

Cidadãos de outras faixas etárias podem se vacinar, mas pela rede particular. A imunização é a melhor forma de prevenção.

Os 20 casos confirmados até agora foram registrados em doze bairros, de diversas regiões da cidade: Jardim Califórnia, Alto Cafezal, Montolar, Alcides Matiuzzi, Maracá I, Vila Romana, Betel, Nova Marília, Fragata, Palmital, Santa Antonieta e JK.

SINTOMAS

É preciso estar atento aos sintomas, já que a meningite é uma doença considerada grave, que pode evoluir para óbito. Veja quais são os principais e, se for o caso, procure um médico:

  • dor de cabeça;
  • dor na nuca;
  • rigidez no pescoço;
  • febre alta;
  • vômito;
  • confusão mental;
  • paralisia;
  • surdez.