Desde 2014, mais de 44000 artigos.
,/2020

Mais de 86% dos registros policiais não são investigados

Polícia
18 de fevereiro de 2020

O Marília Notícia teve acesso, via Lei de Acesso à Informação, a dados de ocorrências policiais registradas e inquéritos policiais instaurados por DP em Marília.

O Departamento de Administração e Planejamento (DAP) da Polícia Civil encaminhou os números ao site e informou que “a depender da complexidade da investigação, um inquérito instaurado em um ano, não necessariamente, será relatado neste mesmo ano”.

Os números analisados mostram que os inquéritos instaurados no ano passado são bem menores em relação a quantidade de ocorrências registradas.

Do total de ocorrências registradas em 2019, ou seja, 16.507 de janeiro a dezembro, apenas 13,8% resultaram em inquéritos instaurados na Polícia Civil, um total de 2.278. Ainda conforme os dados, em 2019 foram relatados 2.430 inquéritos.

O 1º DP (zona Norte) por exemplo, instaurou 230 inquéritos, entretanto a soma de ocorrências policiais no mesmo DP no período é de 2.645. No 2º DP (zona Sul) foram registradas 2.434 ocorrências, contra 174 inquéritos instaurados.

No 3º DP (Centro) são 135 inquéritos e 2.499 ocorrências. No 4º DP (zona Oeste) 2.955 ocorrências e 219 inquéritos. Por fim, no 5º DP (zona Leste) a soma de inquéritos instaurados é de 98 enquanto 1.798 ocorrências foram registradas.

Na Delegacia de Defesa da Mulher (DDM) foram registradas 2.239 ocorrências e 934 inquéritos foram instaurados.

Já a Delegacia de Investigações Gerais (DIG) são 1.379 ocorrências e 64 inquéritos. Vale ressaltar que a DIG trata de crimes mais graves e tem ótimo índice de resolução dos casos, como já mostrado pelo MN.

Por fim, na Delegacia de Investigações Sobre Entorpecentes (Dise), a mais eficiente em números, a soma de ocorrências é de 558 e 414 inquéritos.

Houve ainda 10 inquéritos que foram instaurados na Sede da Delegacia Seccional em Marília.