Desde 2014, mais de 71000 artigos.
,/2022

Mãe registra BO após bebê voltar com mordidas de creche

Regional
05 de agosto de 2022

Menina estava com marcas pelo corpo (Foto: Arquivo Pessoal)

A mãe de uma criança de um ano e cinco meses registrou um Boletim de Ocorrência depois que a filha voltou da creche com marcas de mordidas pelo corpo. O caso foi registrado em Palmital (distante 100 quilômetros de Marília).

O caso ocorreu na terça-feira (2) na Creche Municipal Lídio Tronco. A menina, segundo a mãe, tinha pelo menos oito marcas de mordidas pelo corpo.

A mulher também contou que a filha já tinha sido agredida em pelo menos outras duas ocasiões no loca, a primeira há aproximadamente dois meses e a segunda há cerca de 15 dias.

Mãe registrou BO (Foto: Arquivo Pessoal)

“Deixo aqui minha indignação com o que ocorreu hoje [2] com minha bebê de apenas um ano e cinco meses. Chegar e pegar sua filha na creche e ela está desse jeito. Cadê as responsáveis??? Será que ninguém viu, ninguém ouviu minha filha chorando? Hoje eu me senti a pior mãe do mundo, eu não estava para acudir meu anjinho. A gente deixa na creche na esperança de ser amada e cuidada!! Eu vou atrás , alguém vai ter que ser responsável por isso. Isso não pode passar batido. Gente, pelo amor de Deus. Espero que alguém tome as providências e vá atrás da responsável que estava no momento, porque ela não é uma pessoa preparada para estar onde está! Hoje não foi a primeira vez, mas hoje eu não vou me calar. É inaceitável isso. Creche Lídio Tronco, que decepção”, escreveu a mãe em uma rede social.

Pelo menos oito marcas estavam no corpo da menina (Foto: Arquivo Pessoal)

A Prefeitura de Palmital emitiu um comunicado sobre o ocorrido e afirma que a Secretaria Municipal de Educação já está tomando todas as medidas necessárias acerca do ocorrido.

“No mesmo dia do acontecimento, nos colocamos à disposição da família para garantir todo o suporte necessário. O próximo passo está sendo a abertura de processo administrativo para apuração dos fatos e eventual punição para o(s) responsável(eis)”, diz o informe.

Mãe desabafou nas redes sociais sobre o ocorrido (Foto: Arquivo Pessoal)

“Além disso, anteciparemos a execução do projeto anunciado para o segundo semestre de 2023, que prevê a instalação de câmeras de monitoramento nas dependências das escolas e creches da rede municipal de ensino, a fim de garantir a segurança de toda a comunidade escolar, mas principalmente dos alunos. Lamentamos o referido episódio, nos solidarizamos com os sentimentos dos familiares e nos colocamos à disposição da população para mais esclarecimentos”, finaliza a nota.

Prefeitura diz que está apurando (Foto: Arquivo Pessoal)