Desde 2014, mais de 37000 artigos.
,/2019

Inscrições para concurso do Ipremm terminam nesta terça

Cidade
15 de abril de 2019

Até domingo (14) 3.350 candidatos estavam inscritos. Prova objetiva está prevista para o dia 9 de junho de 2019.

As inscrições para o Concurso Público do Ipremm (Instituto de Previdência do Município de Marília), que será realizada pela Fundação Vunesp, terminam nesta terça-feira (16 de abril), às 23h59min, observado o horário oficial de Brasília (DF).

O concurso terá total de nove vagas para seis cargos: Auxiliar de Serviços Gerais (uma vaga), Agente Municipal de Vigilância Patrimonial (uma vaga), Auxiliar de Escrita (quatro vagas), Médico Perito (uma vaga), Procurador Jurídico (uma vaga) e Psicólogo Clínico e Organizacional (uma vaga).

As inscrições são realizadas via internet, no endereço eletrônico www.vunesp.com.br . A prova objetiva, para todos os cargos, está prevista para o dia 9 de junho de 2019 nos períodos da manhã e da tarde. O edital completo do concurso está publicado no Diário Oficial do Município de Marília do último dia 9 de março de 2019.

Até o último domingo (14) 3.350 candidatos fizeram a inscrição, sendo que o cargo mais concorrido até o momento é o de Auxiliar de Escrita com 1.789 inscritos, seguido por Auxiliar de Serviços Gerais (505 inscrições), Agente Municipal de Vigilância Patrimonial (476), Procurador Jurídico (345), Psicólogo Clínico e Organizacional (221) e Médico Perito (14 inscrições).

Este será o segundo Concurso Público realizado pela Prefeitura de Marília durante a gestão do prefeito Daniel Alonso. Em dezembro de 2017 aconteceu o maior concurso da história de Marília com quase 25 mil inscritos para 609 vagas em 23 cargos, sendo que quase 1.000 novos servidores já foram contratados nas áreas da educação, saúde, vários cargos e educador social.

Para o cargo de Auxiliar de Serviços Gerais, a remuneração inicial é de R$ 1.499,96 para 40 horas semanais e exigência de Ensino Fundamental Incompleto (taxa de inscrição é de R$ 44,00).

A remuneração inicial para o cargo de Agente Municipal de Vigilância Patrimonial é de R$ 1.559,10 para 40 horas semanais (sendo que por necessidade do serviço e conforme expressa disposição da Lei Complementar Municipal nº 11/91 poderá haver jornada de 12 horas de trabalho, com intervalo de 36 horas para descanso) e exigência de Ensino Fundamental Completo (taxa de inscrição é de R$ 44,00).

Com exigência de Ensino Médio Completo e Curso de Informática (Pacote Office), o cargo de Auxiliar de Escrita tem remuneração inicial de R$ 1.794,21 e carga horária de 40 horas semanais (taxa de inscrição é de R$ 56,50).

O cargo de Médico Perito exige Curso Superior de Medicina com Especialização em Perícia e competente registro profissional, com carga horária de 15 horas semanais e remuneração inicial de R$ 4.272,51 (taxa de inscrição de R$ 100,00).

Para a vaga de Procurador Jurídico, a carga horária é de 20 horas semanais e a remuneração inicial de R$ 2.482,28, com exigência de ser Bacharel em Direito e inscrito na OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) – taxa de inscrição de R$ 82,20.

E o Psicólogo Clínico e Organizacional tem remuneração inicial de R$ 2.580,80 e carga horária de 30 horas semanais, com exigência de Curso Superior de Psicologia e competente registro profissional (taxa de inscrição de R$ 82,20).

O prefeito Daniel Alonso falou da importância desse concurso. “A nossa administração está quebrando outro tabu, já que há 13 anos o Ipremm não tinha um Concurso Público. E vamos realizar mais uma vez com a Fundação Vunesp, que é referência em todo o país e garantia de toda credibilidade. O Ipremm tem recebido total respaldo da nossa gestão, que reconhece todo o esforço e dedicação dos aposentados e pensionistas.”

A presidente do Ipremm, Mônica Regina da Silva, lembrou que as inscrições terminam nesta terça-feira, dia 16.

“Aquele candidato que quer concorrer a uma vaga tem que ficar atento ao prazo, que termina nesta terça-feira, às 23h59. Depois disso, não será mais possível fazer a inscrição. Será um concurso bastante importante na estruturação do Ipremm para implementação das demais medidas, principalmente com a iminência da reforma da Previdência, sempre com o intuito de um viés técnico e com a implantação de novos serviços.”