Desde 2014, mais de 27000 artigos.
,/2018

Funcionários da ESF devem entrar em greve por 13º

Cidade
07 de dezembro de 2017

Os funcionários do programa ESF (Estratégia Saúde da Família) decidiram em assembleia realizada ontem (6) por iniciar uma greve na próxima terça-feira (12). O motivo é o atraso no salário referente a novembro e a primeira parcela do 13º.

Funcionários ouvidos pelo Marília Notícia afirmam que a primeira parcela do 13º salário deveria ter sido paga no último dia 30, o que não aconteceu. Eles foram informados que não existe previsão para a liberação do valor.

Sobre o salário normal, que deve ser pago no quinto dia útil, também não houve o acerto, apesar de ter sido feita a promessa de que não haveria atraso.

“Agora disseram que o salário sai até segunda-feira (11), mas se o 13º não sair junto, vai ter greve”, disse um funcionário que não quis se identificar.

São aproximadamente 500 funcionários que atuam no programa ESF por meio de um convênio entre Prefeitura e Maternidade Gota de Leite.

Os atrasos já acontecem há anos por conta de falta de repasses da administração municipal para a Gota. Em dezembro de 2016 também houve greve de funcionários e médicos justamente por conta de atrasos salariais e de 13º.

Por volta das 14h desta quinta-feira a assessoria de imprensa da Gota de Leite respondeu ao Marília Notícia por meio de nota que “a única informação disponível” era de que “a Prefeitura liberou salários dos funcionários da ESF e do Caoim. O pagamento deve entrar na conta hoje à noite”.

A assessoria de imprensa da administração municipal foi procurada, mas não houve retorno até o fechamento desta reportagem.