Desde 2014, mais de 71000 artigos.
,/2022

Polícia prende acusado de bater em casal de idosos

Polícia
27 de junho de 2022

Jairo foi preso nesta segunda-feira (Foto: Divulgação)

A Delegacia de Investigações Gerais (DIG) prendeu Jairo Castro Rodrigues de 42 anos nesta segunda-feira (27), acusado de assaltar a residência de um casal de idosos no início deste mês.

Consta nos autos que, no dia 8 de junho, um homem invadiu o imóvel. O acusado era negro, troncudo e trajava calça jeans rasgada e blusa azul.

O criminoso espancou as vítima, subtraiu um celular e fugiu na sequência. A moradora de 72 anos teria sido surpreendida, quando foi até a porta da sala para fechá-la. A mulher foi agarrada pelo pescoço e jogada ao chão. O acusado exigia dinheiro.

A vítima disse ao autor que não possuía valores em casa e, então, começou a ser espancada com socos e chutes. A idosa foi agarrada pelos cabelos e arrastada até o quarto, onde o criminoso passou a revirar móveis e demais objetos.

Na ação, a vítima teve parte dos cabelos arrancados. O autor teria agredido ainda o idoso de 80 anos, marido da mulher. O homem também ficou ferido.

Durante o roubo, o assaltante colocou uma cadeira sobre o pescoço de uma das vítimas e pisou, ameaçando o casal de morte, enquanto exigia dinheiro.

Por fim, o autor desferiu um golpe com a chave de fendas em direção aos olhos da idosa, que ao desviar acabou sendo atingida no nariz, o que lhe causou sangramento. O criminoso fugiu levando apenas o celular, pois as vítimas não possuíam valores em casa.

Consta também, que antes da invasão, o investigado teria se dirigido até a casa da vítima, onde ela lhe serviu um copo de água.

De acordo com o delegado titular da DIG, Luís Marcelo Perpétuo, Jairo Rodrigues foi reconhecido fotograficamente como o autor dos fatos, sendo representado pela autoridade policial pela decretação da prisão temporária do investigado.

“Nesta data, policiais civis da DIG dirigiram-se até a residência do investigado, onde foram recebidos por familiares, que informaram que o mesmo não se encontrava. Acabaram por descobrir, que o indiciado encontrava-se na Favela do bairro Azaleias, onde foi localizado. Ao tomar ciência de sua prisão, reagiu à ação policial, tentando se evadir, sendo que os investigadores tiveram extrema dificuldade para contê-lo e o uso de força moderada foi necessário para algemá-lo. Na ação, tanto o indiciado como os policiais civis sofreram escoriações e foram submetidos a exames junto ao IML”, explicou o delegado.

O inquérito será concluído ainda hoje e conforme o delegado será pedida a decretação da prisão preventiva de Jairo.