Desde 2014, mais de 33000 artigos.
,/2019

Fotógrafo condenado por estelionato é preso na zona Sul

Polícia
10 de janeiro de 2019

O fotógrafo Erick Clarck de Almeida, de 33 anos, foi preso por policiais militares em uma abordagem na noite desta quinta-feira (9) no Conjunto Habitacional Monsenhor João Batista Toffoli, zona Sul de Marília.

Segundo o Boletim de Ocorrência, policiais da Ronda Ostensiva Com Apoio de Motocicleta (Rocam) suspeitaram do comportamento do fotógrafo quando ele percebeu as motos da PM na Avenida Tomé de Souza por volta das 23h.

Conforme a Polícia Militar, Erick Almeida informou o nome e a data de nascimento de outra pessoa durante a abordagem, mas os policiais descobriram a real identidade do abordado e uma condenação pelo crime de estelionato.

O mandado de prisão foi expedido pela 3ª Vara Criminal de Tupã. Diante dos fatos, Erick Almeida foi conduzido até a Central de Polícia Judiciária (CPJ) de Marília, onde o delegado de plantão ratificou sua prisão.

Ele seria encaminhado para a Penitenciária de Marília, onde permanecerá à disposição da Justiça.

Golpe

Erick Clarck de Almeida era proprietário da “Eviva Formatura e Eventos” quando se apropriou de cerca de R$ 50 mil e não realizou a festa de 14 estudantes de pedagogia de uma universidade particular de Marília em 2015.

Na ocasião, o Marília Notícia repercutiu o golpe que só foi descoberto pelos formandos no dia da cerimônia. O fotógrafo não tinha cumprido o contrato e alegou que não poderia fazer nada por estar com problemas de saúde.

Vestindo ternos e vestidos, com a maquiagem pronta, os formandos foram até o Plantão Policial para registrar a ocorrência contra o estelionatário. Familiares das vítimas ficaram inconformados com a situação.