Desde 2014, mais de 57000 artigos.
,/2021

Comerciante é flagrado pela fiscalização e vai parar na delegacia

Polícia
23 de janeiro de 2021

Garrafa de bebida alcoólica apreendida pela polícia, que segundo a fiscalização havia sido vendida para menores (Foto: Marília Noticia)

Descumprimento da quarentena e suspeita de venda de bebidas alcoólicas a menores, em um depósito de bebidas na avenida Vicente Ferreira, zona Leste da cidade, virou caso de polícia na noite desta sexta-feira (22) em Marília.

Segundo informações da Polícia Militar, uma patrulha foi acionada pelos servidores da Divisão de Fiscalização de Posturas do município, por volta das 21h30.

No local foi apurada resistência dos responsáveis pelo local ao trabalho da fiscalização. O depósito estaria, segundo a denúncia, “infringindo decreto municipal”. Os agentes públicos apontaram que o estabelecimento teria que estar fechado até às 21h, pelas regras do município.

Além disso, havia informações sobre venda de bebidas a menores. O proprietário, ainda segundo a polícia, negou ter realizado a venda para adolescentes e disse que cumpre todas as regras sanitárias.

Devido a suspeita de crime – venda a menores – servidores da fiscalização e o responsável pelo local foram levados ao Plantão da Polícia Civil.

Uma garrafa de whisky foi apreendida. Os pais dos jovens que estavam no local tiveram que ir até a delegacia para buscar os filhos.

O comerciante responsável negou as infrações, mas poderá responder por colocar em risco a saúde pública e também por venda de bebida alcoólica a adolescentes. O crime é capitulado desde 2015, quando a lei nº 13.106, alterou Estatuto da Criança e do Adolescente.

Vender, fornecer, servir, ministrar ou entregar bebida alcoólica a criança ou a adolescente pode acarretar em pena de detenção de dois a quatro anos, além de multa.