Desde 2014, mais de 57000 artigos.
,/2021

Cidade da região passa a marca de 100 óbitos por Covid-19

Regional
24 de fevereiro de 2021

Boletim de Bauru (Foto: Divulgação)

A Prefeitura de Bauru (distante 110 quilômetros de Marília) confirmou mais três mortes por Covid-19 nesta terça-feira (23).

A primeira vítima é um homem de 55 anos, que apresentou início dos sintomas da Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) em 23 de janeiro e o resultado positivo para a Covid-19 foi divulgado no dia 4 de fevereiro.

O paciente estava internado em um hospital privado da cidade, e não possuía comorbidades. O óbito ocorreu em 22 de fevereiro.

A segunda vítima é uma mulher de 70 anos, que apresentou início dos sintomas em 15 de fevereiro e o resultado positivo foi divulgado no dia 23 de fevereiro.

A paciente estava internada em um hospital público da cidade e possuía doença imunossupressora. O óbito ocorreu em  19 de fevereiro.

A terceira vítima é um homem de 79 anos, que apresentou início dos sintomas em 2 de fevereiro e o resultado positivo para a Covid-19 foi divulgado no dia 16.

O paciente estava internado em um hospital público da cidade e possuía cardiopatia, hipertensão e insuficiência renal crônica. O óbito ocorreu em 21 de fevereiro.

Bauru soma 27.990 casos de coronavírus, dos quais 24.158 são curados e 407 mortes. Há três óbitos suspeitos em investigação.

Boletim de Ourinhos (Foto: Divulgação)

 

Ourinhos

A Prefeitura de Ourinhos (distante 95 quilômetros de Marília) ultrapassou a marca de 100 mortes por Covid-19 nesta terça-feira (23).

As novas vítimas fatais são uma mulher de 64 anos, moradora do Jardim Matilde, que não tinha comorbidades, e uma mulher de 84 anos, da Vila Perino, que tinha hipertensão arterial e diabetes.

Ourinhos registra 6.066 casos positivos, sendo 5.695 curados e 101 óbitos.

Boletim de Cafelândia (Foto: Divulgação)

Cafelândia

A Prefeitura de Cafelândia (distante 74 quilômetros de Marília) confirmou mais uma morte por coronavírus nesta terça-feira.

A cidade tem 755 casos, dos quais são 715 curados e 22 mortes. Outros 36 suspeitos seguem em investigação.