Desde 2014, mais de 71000 artigos.
,/2022

Bauru acumula mais seis mortes por Coronavírus

Regional
23 de julho de 2022

A prefeitura de Bauru (distante 105 quilômetros) de Marília informou nesta sexta-feira (22), que a cidade registrou mais seis mortes em decorrência do coronavírus. O município tem agora 1.437 vítimas fatais pela doença. Os óbitos foram registrados entre os dias 14 e 21 de julho.

A primeira morte é de uma mulher, de 89 anos, que apresentou início dos sintomas da Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) no dia 12 de julho e o resultado positivo para a Covid-19 foi divulgado no dia 14. A paciente estava internada em um hospital particular do município e não possuía comorbidade. Ela era vacinada com quatro doses.

O segundo óbito é de um homem, de 68 anos, que apresentou início dos sintomas da Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) no dia 6 de julho e o resultado positivo para a doença foi divulgado no dia 8. O paciente estava internado em um hospital público do município e possuía doença cardiovascular crônica. Ele era vacinado com duas doses.

A terceira morte é de uma mulher, de 73 anos, que apresentou início dos sintomas da Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) no dia 13 de junho e o resultado positivo para a Covid-19 foi divulgado no dia 22 do mesmo mês. A paciente estava internada em um hospital público do município e possuía doença cardiovascular e neurológica crônica. Ela era vacinada com três doses.

O quarto óbito é de um homem, de 79 anos, que apresentou início dos sintomas da Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) no dia 10 de julho e o resultado positivo para a doença foi divulgado no dia 19. O paciente não estava internado e possuía doença cardiovascular e neurológica crônica. Ele era vacinado com três doses.

A quinta morte é de uma mulher, de 77 anos, que apresentou início dos sintomas da Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) no dia 27 de junho e o resultado positivo para a Covid-19 foi divulgado no dia 1º de julho. A paciente estava internada em um hospital público do município e possuía diabetes mellitus e doença cardiovascular crônica. Ela era vacinada com quatro doses.

O sexto óbito é de uma mulher, de 80 anos, que apresentou início dos sintomas da Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) no dia 12 de julho e o resultado positivo para a doença foi divulgado no dia 21. A paciente estava internada em um hospital particular do município e possuía doença cardiovascular e neurológica crônica. Ela era vacinada com quatro doses.

De acordo com a prefeitura, a cidade contabiliza 101.023 casos confirmados da doença desde o começo da pandemia.