Desde 2014, mais de 71000 artigos.
,/2022

Após denunciar secretário de Esportes, treinador deve ser transferido

Cidade
04 de agosto de 2021

Treinador “Esquilo” foi um dos primeiros a trabalhar com o medalhista olímpico Thiago Braz (Foto: Reprodução/Redes sociais)

Após registrar boletim de ocorrência, em que acusa o secretário municipal de Esportes, Lazer e Juventude, Gastão Lúcio Rodrigues Pinheiro Júnior, de ameaças, tentativa de agressão e perseguição, o técnico Luiz Carlos Albieri – mais conhecido como “Esquilo” – deve ser transferido para a Secretaria de Assistência e Desenvolvimento Social.

A mudança ainda deve ser publicada no Diário Oficial do Município. O técnico, que já revelou inúmeros talentos para o esporte mundial, teria sido comunicado da transferência pelo próprio chefe de Gabinete da Prefeitura, Levi Gomes de Oliveira, na manhã desta quarta-feira (3).

O Executivo confirma que existe uma denúncia que está sendo apurada pela Ouvidoria, sobre a confusão envolvendo o secretário e o treinador, mas como envolvem servidores municipais, até a conclusão do caso, segue em sigilo. Também foi confirmada a transferência de Albieri, mas informado que ela que não ocorreria pelo desentendimento, e sim por outros motivos.

Não foi informado o nome de quem tocará o trabalho no comando das equipes de atletismo de Marília. Apesar disso, a Prefeitura afirma que o atletismo continuará com as atividades e não haverá interrupção do trabalho.

CASO

Um boletim de ocorrência sobre o caso foi registrado no dia 16 de julho. O desentendimento teria ocorrido no dia 11 de julho, no Poliesportivo Pedro Sola. O treinador relatou que só não foi agredido pela interferência de uma testemunha.

Desde então, Albieri estaria sendo intimidado pelo secretário, fato que teria motivado o registro do caso na Polícia Civil, que investiga a ocorrência.

Gastão Pinheiro, por outro lado, afirma desconhecer qualquer problema. “Vou aguardar para me manifestar nos autos. Isso vai ser provado, conforme eu for notificado. Já estou juntando todas as postagens que estão divulgando e o meu advogado vai tomar as providências cabíveis”, conclui o secretário de Esportes.

Servidor acusa secretário de Esportes de assédio moral