Desde 2014, mais de 40000 artigos.
,/2019

Aconteceu? Tá no MN! #6

Geral
20 de junho de 2017

Radares

Alguns membros da Prefeitura de Marília fazem pressão para que os radares de trânsito na cidade sejam instalados ainda este ano. A história dos radares começou em setembro de 2015 ainda no governo Vinícius Camarinha (PSB). Após inúmeras reviravoltas, a licitação original para compra e instalação dos aparelhos foi revogada pela Emdurb em março deste ano, já no governo de Daniel Alonso (PSDB). Sem dinheiro em caixa, algumas pessoas dentro da Prefeitura enxergam os radares como uma forma mais fácil de arrecadar dinheiro para a administração municipal resolver alguns problemas. Se isso realmente ocorrer, uma nova licitação deve ser preparada.

Mais um

O advogado José de Souza Junior é mais um que conseguiu vaga no Confea (Conselho Federal de Engenharia e Agronomia). Com cargo comissionado de assessor do Gabinete da Presidência do órgão federal, Junior irá ganhar mais de R$ 14 mil por mês. O advogado foi assessor jurídico e homem de confiança na gestão do ex-prefeito Vinícius. Ele também é investigado por supostos crimes no âmbito da Operação Miragem da Polícia Federal. Vale lembrar que o ex-secretário de Economia e Planejamento de Vinícius, Rodrigo Zotti de Araújo, e Flávio Alpino, ex-diretor da TV Marília, também conseguiram cargos no Confea.

Walter Ihoshi

Representantes dos lotéricos de Marília se reuniram este mês com o deputado federal Walter Ihoshi (PSD) em seu escritório na cidade, para solicitar o apoio do parlamentar ao projeto de lei 7306/17, que tramita na Câmara e fixa percentuais mínimo e máximo de repasse que a Caixa Econômica Federal deve fazer às lotéricas pelo recebimento de boletos e de tarifas de serviços público, como água e luz. A proposta também determina que os custos do transporte de valores, que hoje é bancado pelas lotéricas, passarão a ser de responsabilidade do banco.

Walter Ihoshi 2

Ihoshi disse que o projeto não atende apenas uma minoria, pois tem uma capilaridade e atendimento amplo no país. “Esse setor geram mais de 55 mil vagas de empregos em todo Brasil, e são essenciais para a nossa economia. Nos comprometemos a apoiar esse projeto de lei junto com a nossa bancada na Câmara e dar celeridade para que se torne lei o mais rapidamente”, ressaltou.

Cidade melhorando

Conversei esses dias com três pessoas que são naturais de Marília mas moram em outras cidades. As três em visita a terra natal comentaram que a cidade está com menos buracos e um pouco mais organizada em relação aos últimos anos. Eu também tenho essa impressão. Obviamente está muito longe do ideal, existem centenas de problemas para se resolver, mas percebo uma melhora gradual neste quesito.

Trailers do Bosque

Alguns donos de trailers de lanches instalados na avenida Brigadeiro Eduardo Gomes, ao lado do Bosque Municipal, vão tentar adiar até o começo do ano que vem a retirada do comércio no local. Uma reunião será marcada com a Promotoria de Justiça para que os proprietários tentem algo nesse sentido. No final de abril a Justiça determinou que a Prefeitura de Marília retire os comerciantes que ainda atendem por ali em até seis meses. O prazo vence em 26 de outubro.

Seo James

Após a confusão lamentável que terminou em tiro e uma pessoa ferida na casa noturna Seo James, a Polícia Federal acionou sua Comissão de Vigilância para saber da regularidade do corpo de vigilantes no local e também apurar os procedimentos que eles utilizavam para controle da segurança com relação a entrada de armas de fogo no estabelecimento. Vale lembrar que o serviço de segurança privada pode ser prestado exclusivamente por empresa regularmente autorizada pela PF e em dia com suas obrigações. O contratante pode ser responsabilizado caso contribua, de qualquer modo, para a prática de infrações penais possivelmente praticadas pelo contratado irregular.