Desde 2014, mais de 71000 artigos.
,/2022

Vacinação contra a gripe chega a 65% da população; saiba quando campanha se encerra

Geral
22 de maio de 2014

A vacinação contra a gripe em Marília já contabilizou até o dia 21 de maio, um total de 42.496 pessoas imunizadas no município. O número corresponde a 65,96% da meta prevista para a cidade, que é de vacinar 64.500 pessoas.

A campanha será encerrada no dia 30 de maio, pela Secretaria Municipal da Saúde. “Vamos finalizar a campanha nos próximos dias. Por isso, pedimos a população – principalmente os grupos mais vulneráveis à doença – que procurem, o quanto antes, as nossas unidades de saúde. Com a proximidade do inverno, reitero que a melhor prevenção é a vacina”, afirma Luiz Takano, secretário municipal da saúde.

O setor de Vigilância Epidemiológica da Secretaria Municipal da Saúde registrou os seguintes dados, até o momento: 20.632 vacinas em idosos (com mais de 60 anos); 7.100 doses em crianças entre seis meses a cinco anos; 7.271 vacinas em pessoas com doenças crônicas; 5.727 doses em trabalhadores da área da saúde; 1.451 vacinas em gestantes e puérperas até 45 dias após o parto; e 315 doses para outros grupos (por exemplo, população privada de liberdade e os funcionários do sistema prisional).

O público alvo da campanha são crianças de 6 meses a menores de cinco anos, gestantes, mulheres até 45 dias apos o parto (puérperas), idosos de 60 anos ou mais e trabalhadores da saúde. Pessoas com comorbidades ou imunodeprimidos também tem indicação de vacinação (de acordo com critérios estabelecidos pelo Ministério da Saúde).

A vacinação é contra indicada para pessoas com histórico de reação anafilática prévia em doses anteriores, bem como qualquer componente da vacina ou alergia grave relacionada a ovo de galinha e seus derivados.  A vacina é produzida com vírus mortos pelo Instituto Butantã de São Paulo e Pasteur de Paris, o que impossibilita a transmissão da gripe.

De segunda à sexta, a vacina está disponível: das 7h às 17h nas Unidades de Saúde da Família (USFs); e das 7h às 18h nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs).