Desde 2014, mais de 27000 artigos.
,/2018

Trote Solidário da Unimar resgata o valor do ambiente escolar

Cidade
16 de abril de 2018

Mutirão da Unimar promoveu revitalização na Escola José Alfredo, zona sul da cidade (Foto: Divulgação)

Não era um programa de televisão, daqueles que promovem grandes reformas, mas mesmo assim a Escola Estadual “José Alfredo de Almeida”, zona sul da cidade, se transformou em um canteiro de obras durante o tradicional “Trote Solidário” da Universidade de Marília (Unimar).

Alunos veteranos e ingressantes juntaram-se aos seus docentes e colaboradores da Instituição na ação que revitalizou a escola.

Durante todo o dia as equipes, também compostas por estudantes, professores da escola e comunidade, se dividiram e investiram tempo em uma importante ação social com o objetivo de resgatar o valor do ambiente escolar.

A atividade foi liderada pelos cursos de Arquitetura e Urbanismo e Engenharias da Unimar, além da empresa União das Tintas, revendedora Coral, que doou todas as tintas e insumos necessários.

De acordo com o coordenador do curso de Arquitetura e Urbanismo da Universidade, Prof. Fernando Netto, foram, pelo menos, quatro frentes de trabalho: criação de horta e de jardim sensorial, pintura do muro interno e de painel no muro externo.

“Montamos, no muro da escola, um painel externo com 300 metros quadrados, inspirado nas obras do artista brasileiro Athos Bulcão. Criamos também uma horta comunitária e o ‘Jardim dos Sentidos’, um espaço de convivência totalmente revitalizado com palmeiras, cascata e peixes. No muro interno, iniciamos a pintura a cal para, em seguida, criar mais alguma novidade”, explica.

Mais de 150 alunos, docentes e colaboradores da Unimar participaram da ação que contou ainda com funcionários, professores e alunos da escola. “Durante toda a semana reunimos os alunos da escola em palestras de conscientização quanto a arte do grafite e contra a pichação. Foi um prazer abrir os horizontes destes jovens que são o futuro de nossa sociedade”, comenta Netto.

Maria Fernanda Ferreira, diretora da EE José Alfredo de Almeida, aprovou a ação de revitalização realizada em conjunto com a Universidade.

A atividade foi liderada pelos cursos de Arquitetura e Urbanismo e Engenharias da Unimar, além da empresa União das Tintas, revendedora Coral, que doou todas as tintas e insumos necessários (Foto: Divulgação)

“A ação impacta diretamente a vida dos nossos 410 alunos, além é claro, da comunidade que vive no entorno. O objetivo é resgatar o valor do ambiente escolar que sofre tanto com altos índices de violência, ocorrência de drogas e baixos índices de avaliação”, celebra.

A parceria com a escola, iniciada com a ação de revitalização, deverá ter outros desdobramentos com a atuação de outros cursos da Unimar como, por exemplo, Psicologia, Nutrição, Odontologia e Engenharias.

O sábado 14 de abril ficou marcado, então, como o fechamento do Trote Solidário que começou no início do ano letivo, em fevereiro, através do acolhimento aos alunos ingressantes, seguido por campanha de doação de sangue e revitalização de praças.

O Trote Solidário 2018 foi sucesso entre os acadêmicos que participaram. Novo aluno do curso de Engenharia de Produção Mecânica, Willie do Vale da Silva suou a camisa e destacou o aprendizado. “Na sala de aula já estamos vendo alguns conceitos e na ação de hoje conseguimos identifica-los na prática, além é claro, de participar de uma importante ação social”, disse.

Acompanhando de perto, A Pró-Reitora de Ação Comunitária, Pesquisa e Pós-Graduação da Unimar, Fernanda Mesquita Serva se emocionou com a união e mobilização dos participantes.

“É incrível presenciar essa integração de alunos veteranos, ingressantes, docentes e alunos e professores da escola José Alfredo. O Trote Solidário é mais uma ação extra-muro da Unimar que se aproxima cada vez mais da comunidade” conta.

Segundo a Pró-Reitora, o objetivo é que o projeto de revitalização seja levado à outras escolas da rede. “Nossa equipe está à disposição das escolas. Muitas já contam com a atuação em palestras, workshops que valorizam os jovens e auxiliam a escolherem suas profissões. Que essa seja mais uma ação de sucesso”, finaliza.

Jardim da escola antes dos trabalhos (Foto: Divulgação)

Jardim da escola depois dos trabalhos (Foto: Divulgação)

Horta orgânica foi preparada (Foto: Divulgação)

Primeiros passos da horta orgânica (Foto: Divulgação)