Desde 2014, mais de 39000 artigos.
,/2019

Santa Casa realiza 79% dos atendimentos pelo SUS no 1º semestre

Cidade
12 de setembro de 2019

Santa Casa de Marília realiza 79% dos atendimentos ambulatoriais e internações pelo SUS no primeiro semestre. (Foto: Divulgação)

A Santa Casa de Misericórdia de Marília cumpre com a sua missão de prestar assistência às pessoas de forma a aliviar a dor e diminuir o sofrimento, com dedicação e solidariedade, valorizando a vida. O hospital se destaca pela prestação de serviços em saúde pública e no primeiro semestre deste ano realizou 79% dos seus atendimentos ambulatoriais e internações de pacientes/dia através do SUS (Sistema Único de Saúde).

Nos primeiros seis meses de 2019, foram 280.349 procedimentos ambulatoriais e internações de pacientes/dia no hospital, pelo Sistema Único de Saúde, financiado pelo Ministério da Saúde.

Os atendimentos ambulatoriais acontecem nas especialidades de neurologia, oftalmologia, oncologia clínica e cirúrgica, nefrologia, ortopedia, cardiologia clínica e cirúrgica, otorrinolaringologia, vascular, anestesiologia, urologia, cirurgia bucomaxilofacial.

Sessões de hemodiálise são realizadas para os pacientes renais-crônicos em dois pavimentos e o hospital também é referência na realização de transplantes renais. No tratamento do câncer, consultas, cirurgias e sessões de quimioterapia são desenvolvidos no hospital, que em breve terá unidade própria de radioterapia.

Hospital filantrópico regional de grande porte, a Santa Casa de Marília conta com 186 leitos de internação, sendo 39 de UTIs (Unidades de Tratamento Intensivo) adulto e pediátrica, cardiológica e de queimados. O hospital dispõe de 10 salas no seu centro cirúrgico e 12 leitos de recuperação pós-anestésica.

A UTQ (Unidade de Tratamento de Queimados) da Santa Casa atende pacientes da região de Marília e de outras localidades, encaminhados pela central de regulação de vagas.

Usuários do SUS

Com marcapasso implantado em 1999, desde então a aposentada Ângela de Paula é acompanhada pelos médicos cardiologistas da Santa Casa de Marília. “Realizo exames periódicos de sangue e faço a manutenção do equipamento constantemente. Tenho uma qualidade de vida muito boa e sou muito bem atendida, sem custos, pelo SUS. Tenho um carinho especial pelos médicos e funcionários do hospital em geral”.

Atendido há cinco anos pelo setor de ortopedia da Santa Casa de Marília, o aposentado Wilson Fumiharu Shirayshi elogiou a assistência recebida. “Já fiz aproximadamente 70 sessões de fisioterapia. Tudo pelo SUS. Estou fazendo um fortalecimento muscular na região da lombar. O hospital conta com ótimos profissionais”.