Desde 2014, mais de 71000 artigos.
,/2022

Santa Casa de Marília recebe novos equipamentos para UTIs

Cidade
08 de setembro de 2014

IMG_6006A Santa Casa de Marília recebeu e colocou em funcionamento os seis novos ventiladores pulmonares e os quatro monitores completos de sinais vitais, ambos utilizados em UTIs (Unidade de Terapia Intensiva).

Os investimentos vem do Governo Federal e uma das unidades contempladas foi a REC (Unidade de Recuperação Cardiológica), que passa a contar com estrutura plena para retaguarda em cirurgias de alta complexidade.

Os ventiladores têm como principal função substituir o sistema de respiração normal. A ventilação mecânica é indispensável na medicina intensiva, além de ser usada na anestesia e ainda na “ressuscitação cardiopulmonar”. É um dispositivo fundamental, já que em muitas situações (durante cirurgias, no pós-cirúrgico ou durante intercorrências) o organismo é incapaz de manter o ciclo respiratório.

O cardiologista intervencionista Pedro Beraldo de Andrade, coordenador da REC, lembra que o investimento se traduz em melhoria na assistência e presta um auxílio fundamental na recuperação dos pacientes. “Contamos agora com equipamentos e dispositivos dotados de tecnologia de ponta para a condução de casos de alta complexidade clínica”, disse.

O resultado é a extubação precoce, prevenção e menor exposição ao risco de infecção, com comprovada redução no tempo de internação. Os investimentos contribuem também para dinamizar a oferta de vagas na terapia intensiva, uma vez que leitos são liberados mais rapidamente e novos pacientes podem ser atendidos.

O médico ressaltou ainda a importância dos monitores de sinais vitais e de débito cardíaco contínuo. São ferramentas que possibilitam à equipe médica o dimensionamento da evolução clínica e necessidade de intervenções precoces no ambiente de UTI. “Atendem de forma satisfatória as necessidades dos pacientes que requerem um monitoramento mais completo”, ressaltou o médico.