Desde 2014, mais de 59000 artigos.
,/2021

Prefeitura anuncia aumento no vale e licença-prêmio

Cidade
01 de maio de 2021

Reunião realizada entre o chefe do Executivo e sindicato da categoria (Foto: Mauro Abreu/Prefeitura de Marília)

O prefeito Daniel Alonso (PSDB) e a diretoria do Sindimmar (Sindicato dos Trabalhadores nos Serviços Públicos Municipais) anunciaram nesta semana diversos benefícios para a categoria, entre eles, o aumento do vale-alimentação e o pagamento de licença-prêmio.

Sobre o vale-alimentação e o vale-saúde, foi acertado que a administração vai reajustar o valor do benefício em R$ 60, dos atuais R$ 360 para R$ 420, que serão extensivos aos aposentados e pensionistas.

Outro item discutido foi a licença-prêmio dos trabalhadores, com pagamento em pecúnia (dinheiro). A administração afirmou que pretende avaliar a possibilidade com a reserva de R$ 200 mil mensais para garantir o beneficio.

Sobre a reposição das horas de trabalho durante o período da pandemia, ficou acordado que o servidor vai poder utilizar o tempo para quitação do “banco de horas negativo”: conversão de 1/3 de férias, devendo os 2/3 remanescentes necessariamente serem usufruídos em descanso físico; parcelas de licença-prêmio em descanso físico e em pecúnia ou faltas abonadas.

Outro ponto que também ficou acordado na reunião foi a reposição relativa à paralisação do dia 8 de março, que se dará por compensação de horas ou falta abonada.

A comissão ainda reiterou a necessidade de vacinação de todos os educadores antes do retorno das aulas presenciais e a imunização de servidores públicos municipais de outras pastas, o que deve continuar a ser discutido com a Secretaria Municipal da Saúde.

“Foi muito produtiva a nossa reunião. Lógico que gostaríamos de oferecer muito mais aos nossos servidores, eles merecem. Porém, no momento em que vivemos, temos que ter controle total das finanças e agir com muita responsabilidade”, destaca Daniel Alonso.

O presidente do Sindimmar, José Paulino, avalia a reunião como muito positiva, com conquistas efetivas aos servidores. “Queríamos um pouco mais, entretanto o momento nos impede de exigir mais. Continuaremos negociando as demandas dos servidores, visando garantir a sua qualidade de vida, dignidade e a preservação de seus direitos garantidos”, pontua.

O próximo encontro está marcado para o dia 26 de maio a fim de discutir outros temas da pauta dos trabalhadores, relativos à data-base da categoria, encerrada em 1º de abril.