Desde 2014, mais de 30000 artigos.
,/2018

Valores de pedágio na rodovia SP-333 em Marília são revelados

Cidade
10 de setembro de 2018

Placa com preços que serão cobrados já foi instalada (Foto: Leonardo Moreno)

O pedágio construído na rodovia SP-333 em Marília já pode entrar em funcionamento conforme autorização publicada pela Agência de Transporte do Estado de São Paulo (Artesp) na última sexta-feira (7).

Os valores que serão cobrados já estão definidos e constam em placas instaladas nas proximidades da praça de pedágio. Lonas escuras foram colocadas para esconder os preços, mas o vento removeu a cobertura e a informação foi revelada.

Motocicletas pagarão R$ 3,60; automóveis e utilitários, R$ 7,30; veículo com semi reboque, R$10,90; com reboque, mais de R$ 14,50. Já os meios de transportes maiores são cobrados por eixo.

A publicação da Artesp no Diário Oficial do Estado de São Paulo indica que os pedágios da concessionária Entrevias “já estão aptos a funcionar, assim como já foram cumpridos todos os requisitos técnicos e contratuais”

Para início da operação dos equipamentos era necessária a execução de algumas obras previstas, como a conclusão da duplicação no trecho que liga a praça até a cidade de Marília, e a adequação da sinalização e os elementos técnicos das praças.

“O início efetivo da operação das Praças de Pedágio depende, agora, de homologação por parte da Secretaria de Logística e Transporte (SLT), conforme estipulado no contrato de concessão”, diz a Artesp.

A reportagem procurou a pasta para saber quando isso será feito e a data exata em que será iniciada a cobrança. A Secretaria no entanto, disse que só a Artesp pode responder sobre o assunto.

A Entrevias também foi procurada pelo MN. Por telefone foi informado que “a entrada em funcionamento agora depende da homologação pela Secretaria de Logística e Transportes”.

Os valores que constam na placa são referentes a uma publicação do dia 30 de junho no Diário Oficial do Estado, de acordo com a Entrevias, e podem ser alterados pela Artesp.

Os valores já estão definidos e pedágio pode começar a funcionar a qualquer momento (Foto: Divulgação)