Desde 2014, mais de 71000 artigos.
,/2022

Depois de queda, emprego volta a crescer em Marília

Cidade
29 de junho de 2022

Dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) mostram que Marília voltou a gerar empregos, depois de fechar abril com saldo negativo.

Levantamento de maio do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) apontou a criação de 186 novos postos com carteira assinada em maio. O resultado divulgado nesta terça-feira (28) representa melhora na comparação com o mês anterior, quando Marília tinha fechado com o saldo negativo de 97 vagas.

No mês passado, o setor de maior destaque foi o da indústria, que criou 134 novos empregos. No total, Marília admitiu 2.797 pessoas e demitiu 2.611. Já no acumulado do ano, de janeiro a maio, o município apresentou a criação de 428 novas vagas.

No comparativo com o mesmo período do ano passado, no entanto, o resultado de 2022 foi pior. Em 2021, tinham sido criadas 1.649 vagas.

Na indústria, Marília fechou maio com 496 admissões e 362 demissões, saldo positivo de 134 empregos. Em seguida vem o comércio, com 776 contratações e 664 desligamentos, total de 112 postos com carteira assinada. Os setores de serviços (-31), agropecuária (-18), construção (-11) fecharam o mês com saldo negativo.

Entre os novos contratados em Marília, 105 foram homens e 81 mulheres. A maior parte tem entre 18 e 24 anos (118 pessoas).

MAIS

No Estado de São Paulo, o saldo de novos contratados ficou em 85.659 empregados a mais do que demitidos. Em todo o Brasil, de acordo com o Ministério do Trabalho, foram criadas no país, de janeiro a maio deste ano, 1,05 milhão de vagas formais de emprego.