Desde 2014, mais de 71000 artigos.
,/2022

Marília tem salto de 47% nas internações psiquiátricas

Cidade
18 de maio de 2022

Hospital Espírita da Marília faz parte da Rede de Atenção Psicossocial do município (Foto: Arquivo MN)

O Dia Nacional da Luta Antimanicomial, lembrado nesta quarta-feira (18), vem marcado pelo aumento nas internações psiquiátricas. Em Marília, apenas no primeiro trimestre deste ano, o Sistema Único de Saúde (SUS) já realizou 300 intervenções do tipo.

Dado mostra um salto de 47% se comparado com o mesmo período do ano passado, quando foram registradas 204 internações.

O Departamento de Informática do Sistema Único de Saúde (DataSUS) aponta que 2021 também registrou um aumento de 18,2%. No acumulado do ano, foram1.143 internações ante 967 em 2020.

A data celebrada hoje marca a luta por uma saúde mental de qualidade, que promova a prevenção, o cuidado básico e clínico para se evitar estágios graves de intervenção e até internação.

Segundo a psicóloga Camila Hoeppner, a Luta Antimanicomial nasceu de um movimento que teve início na década de 70 a favor do cuidado da pessoa em sofrimento psíquico no ambiente da própria comunidade, sendo contrário às formas de isolamento, preconceitos e violações dos direitos humanos.

“A data prega outras formas de tratamento psíquico para além da institucionalização, ou seja, da internação de pacientes psiquiátricos”, explica.

Para fortalecerem a atenção psicossocial na comunidade, os serviços que compõem a Rede de Atenção Psicossocial (Rapz) do município de Marília estão organizando uma semana de atividades e envolvendo diversos atores sociais nesse processo.

“Apesar da extinção dos manicômios, por lei, infelizmente, ainda existem locais operantes com a lógica manicomial, principalmente no cuidado aos usuários de substâncias psicoativas”, lamenta Hoeppner.

A rede é formada pelo Caps ComViver, Caps Infantil, Caps Álcool e Drogas, Unidade de internação em saúde mental do HC I, Hospital Espírita de Marília (HEM), Serviços Residenciais Terapêuticos (SRTs) e Hospital Dia.

A Semana da Luta Antimanicomial teve início ontem e conta com programação até essa próxima sexta-feira (20). Todos os eventos são abertos ao público.

SERVIÇO

Quarta-feira (18)

  • Roda de conversa: Saúde Mental e cuidado intersetorial no território

Local: Auditório 4º andar da Secretaria da Saúde

Horário: 8h30 às 10h30

  • Palestra: Comportamento de automutilação

Local: Auditório 4º andar da Secretaria da saúde

Horário: 14h às 16h.

Quinta-feira (19)

  • Exposição de atividades dos usuários dos serviços da Raps de Marília e panfletagem

Local: Feira Noturna

Horário: 19h

Sexta-feira (20)

  • Encontro de Encerramento e Confraternização entre os Usuários dos Serviços da Raps (Inclusive moradores das Residências Terapêuticas)

Local: Bosque Municipal

Horário: 9h