Desde 2014, mais de 31000 artigos.
,/2018

Marília tem 268 alunos nascidos em outros países

Cidade
16 de abril de 2018

Marília registrou em 2017 um total de 268 alunos, nascidos em outros países, que estão matriculados na rede básica de ensino. Em todo o estado foram contabilizados 37.432 segundo o relatório “Imigrantes internacionais matriculados na educação básica do Estado de São Paulo”.

Os dados são Censo da Educação Básica 2017, desenvolvido pelo Instituto Nacional de Educação e Pesquisa, do Ministério da Educação, e as tabulações são do Observatório das Migrações em São Paulo, da Unicamp (Universidade Estadual de Campinas).

Entre o total de alunos imigrantes na rede de ensino em Marília, quase 70% estão distribuídos entre escolas da rede pública, sendo 93 alunos nas municipais e 93 nas estaduais. Nas particulares são 82.

A maior parte dos imigrantes matriculados em Marília nasceu no Japão. São 100 alunos, o que significa 37% do total. O segundo país originário dos alunos imigrantes na cidade é Portugal, com 48 matriculados, ou 17%. Também aparecem sete alunos norte-americanos e cinco haitianos. Os demais compõe o campo “outros países”.

Quase metade dos alunos imigrantes da rede básica do município possui entre seis e 10 anos – 47% ou 126 deles – e um terço aproximadamente tem entre 11 e 14 – 77 matriculados ou 28%.

Com mais de 17, por exemplo, são apenas 18 (6%). Do total, 54% são meninos e 188 entre todos os alunos e alunas estão no ensino fundamental (70%). Apenas um frequenta curso técnico e sete o Ensino Para Jovens e Adultos. Não constam dados sobre ensino superior, pois não é o foco da publicação.

No ano anterior ao do levantamento, 2016, segundo o Observatório, em Marília residiam 66 imigrantes adultos com emprego formal, ou seja, carteira assinada.