Desde 2014, mais de 51000 artigos.
,/2020

Marília irá oferecer cursos profissionalizantes

Cidade
26 de fevereiro de 2016
????????????????????????????????????

Prefeito Vinicius Camarinha, secretário da Assistência Social Hélio Benetti e representantes do governo do Estado definem a vinda do programa Via Rápida Emprego

O prefeito Vinicius Camarinha (PSB) assinou nesta semana uma parceria para a qualificação da mão de obra de jovens e adultos: o Via Rápida Emprego.

Através do programa, mantido pelo governo do Estado, serão oferecidos na cidade três cursos profissionalizantes: Produção Alimentícia, Confecção Industrial e Hospitalidade.

O Via Rápida Emprego é um programa coordenado pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação (SDECTI), que oferece cursos básicos de qualificação profissional de acordo com as demandas regionais. O objetivo é capacitar gratuitamente a população que está em busca de uma oportunidade no mercado de trabalho ou que deseja ter seu próprio negócio.

“Mais uma parceria que firmamos com o governo e que irá oferecer cursos gratuitos e rápidos, com duração de um mês, aos trabalhadores marilienses. Para isso, Marília receberá carretas do governo paulista, numa parceria muito importante para a educação e desenvolvimento da população mariliense. Cada carreta terá a capacidade de 60 vagas”, revelou o chefe do Executivo.

“Nesse primeiro semestre de 2016, o programa Via Rápida, que é o maior de qualificação profissional do Brasil, escolheu 10 cidades que vão ganhar a Maratona da Qualificação. Centros como Itapevi, Mauá, Taubaté e Marília receberão unidades móveis ou carretas, onde as aulas serão ministradas. São veículos totalmente equipados com laboratórios, materiais didáticos e uniformes. Sem dúvida, uma grande oportunidade para a população de Marília”, disse o subsecretário de Ensino Técnico, Tecnológico e Profissionalizante do governo estadual, Marco Antônio da Silva, que revelou ainda que as cidades beneficiadas foram escolhidas em razão de sua importância regional e da sua vocação econômica.

O subsecretário afirmou que os cursos são voltados para toda a população, porém com preferência às pessoas desempregadas, maiores de 16 anos e que não estejam recebendo auxílio previdenciário. Os cursos escolhidos para Marília vêm de encontro com as áreas industriais/comerciais de destaque na cidade.