Desde 2014, mais de 35000 artigos.
,/2019

Margem de córrego vira ponto de descarte na zona Sul

Cidade
12 de junho de 2019

Margem de córrego que deságua no “Buracão do Tóffoli” virou ponto de descarte irregular (Foto: Leonardo Moreno)

As margens de um córrego que passa pelo Conjunto Habitacional Tóffoli, zona Sul de Marília, se transformaram em um ponto de descarte de entulho e lixo. Segundo relatos, o depósito ilegal tenta conter uma erosão que avança contra a via pública.

Morador desde 1992 nas proximidades, o aposentado Benedito Custódio da Silva, 69 anos, contou ao Marília Notícia que uma mina brota entre as ruas Arlindo Jota e Jovina de Batista Rainere.

Aposentado Benedito Custódio da Silva é vizinho do problema (Foto: Leonardo Moreno)

Há muitos anos o córrego que nasce ali teria sido canalizado e é despejado ao lado da rua Lázaro Teixeira de Camargo, que é ameaçada pela erosão. O curso d’água segue até o ‘buracão’ do Tóffoli (como é conhecido o itambé existente no bairro).

De acordo com Silva, a vizinhança começou a despejar material inservível ali por conta do avanço da erosão. A cratera aumenta conforme a enxurrada vai caindo dentro do córrego e a situação preocupa a vizinhança.

Em 2015 o menino Djalma Júnior Nascimento Soares, de 9 anos, brincava nas margens daquele córrego quando foi arrastado por uma enxurrada e morreu.

Outras pessoas com quem a reportagem conversou lembraram do caso ao falar sobre o problema.

(Foto: Leonardo Moreno)

Poder Público

A reportagem procurou a Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (Cetesb) para se manifestar sobre o problema. A reposta foi que a Prefeitura foi acionada “para que tome as providências necessárias”. A Cetesb informa “que acompanhará o caso”.

A reportagem do Marília Notícia questionou a Prefeitura de Marília sobre o avanço da erosão e o depósito irregular de entulho e lixo.

Em nota o município respondeu que “já foi feito um pedido de licenciamento ambiental junto a Cetesb para intervenção no local”. O texto diz que “após a autorização será providenciado então a recuperação da rede de galeria”.

A empresa de Caçamba que jogou entulho no local foi autuada, de acordo com a Prefeitura. 

(Foto: Leonardo Moreno)

(Foto: Leonardo Moreno)

(Foto: Leonardo Moreno)

(Foto: Leonardo Moreno)