Desde 2014, mais de 29000 artigos.
,/2018

FAB visita indústria aeronáutica em Marília

Cidade
11 de janeiro de 2018

Prefeito Daniel, presidente da H8ALS, Moises Bentivoglio (centro) e brigadeiro do ar Frederico José Moretti da Silveira (Foto: Mauro Abreu)

A indústria aeronáutica H8ALS, braço de uma multinacional do Canadá com sede em Marília, recebeu a visita técnica de militares das mais altas patentes e engenheiros da FAB (Força Área Brasileira) na manhã desta quinta-feira (11), com objetivo de viabilizar diversas e importantes parcerias.

A empresa atua na produção de peças para aviões e tem entre seus clientes a Embraer e a Força Aérea. São filtros, drenos, freios, válvulas, equipamentos para partida e rodas, além de outros dispositivos utilizados em aeronaves.

A H8ALS se tornou uma divisão da canadense H8 Group. No ano passado houve a encampação de uma visão global de negócios.

Hoje são 18 funcionários e em três anos podem ser até 400 no plano que envolve o reconhecimento da H8ALS como “empresa estratégica de defesa”, o que favorece, entre outras coisas, a troca de informações e tecnologia com a Aeronáutica.

Em conversa com o Marília Notícia o presidente da H8ALS, Moises Bentivoglio, considerou a visita dos membros do alto escalão da FAB como “de suma importância”.

“Vamos participar de um projeto de nacionalização de peças de aeronaves junto com a FAB e nosso objetivo também é fazer da Região de Marília um aglomerado para a indústria aeronáutica”, afirma Bentivoglio.

A experiência e o potencial de expansão da H8ALS, assim como as tratativas para reconhecimento estratégico do grupo do Canadá para acesso a programas de nacionalização de peças no Brasil, foram os principais fatores que chamaram a atenção para investimentos em Marília.

O Tenente-Brigadeiro do Ar, Paulo João Cury, Comandante do COMGAP – Comando-Geral de Apoio, da FAB, falou sobre a parceria com a empresa. “Já somos compradores de produtos feitos por eles e agora vamos incentivar para que ela se torne fornecedora de outros componentes”.

Cury explicou que foi visualizado “um grande campo nesta área de usinagem, que é o forte da empresa”. De acordo com ele, a ideia é aumentar a produção da aviação no Brasil não só na área de fabricação, mas também na área de reparos de itens hidráulicos. “Se a gente conseguir produzir uma série de itens aqui, quebra-se a dependência do Brasil em relação ao exterior”.

Sede da H8ALS em Marília (Foto: Leonardo Moreno)

Recepção

O prefeito Daniel Alonso (PSDB) esteve no aeroporto para recepcionar o tenente-brigadeiro Cury e também o brigadeiro do ar Frederico José Moretti da Silveira, diretor do Celog (Centro Logístico da Aeronáutica).

Estiveram em Marília também os engenheiros do Celog, Guilherme Ferreira Lima Fernandez e Thiago Duque Estrada da Silva Santos.

Todos foram homenageados pela Câmara como títulos de hóspedes oficiais e visitantes ilustres do município.

Acompanharam o prefeito Daniel Alonso o secretário Trabalho, Turismo e Desenvolvimento Econômico Cássio Luiz Pinto, que comemorou a visita e os investimentos previstos na cidade pela empresa, e o da Administração José Alcides Faneco.

Membros da FAB, H8ALS e Prefeitura (Foto: Mauro Abreu)