Desde 2014, mais de 71000 artigos.
,/2022

Eduardo Cunha visita Marília para noite de autógrafos em livraria

Cidade
26 de julho de 2022

Ex-deputado Eduardo Cunha autografa livro sobre o impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff (Foto: Reprodução/Redes sociais)

O ex-presidente da Câmara dos Deputados, que comandou o processo de impeachment contra a presidente Dilma Rousseff (PT), Eduardo Cunha (PTB) vai estar em Marília na noite desta terça-feira (26) para o lançamento do livro “Tchau, querida: o diário do impeachment”.

Durante a noite de autógrafos, o ex-deputado federal promete conversar sobre os bastidores que levaram ao processo que derrubou a ex-presidente.

Eduardo Cunha estará em livraria na avenida Álvares Cabral, 157, das 19h30 às 21h. O título foi publicado em março do ano passado, com autoria do ex-deputado e da filha Danielle Cunha.

O ex-parlamentar exerceu o cargo de deputado federal entre fevereiro de 2003 e setembro de 2016, quando teve o mandato cassado pelo plenário da Câmara dos Deputados. Foi presidente entre fevereiro de 2015 até a sua renúncia em 7 de julho de 2016, época em que ficou conhecido por ser um dos protagonistas da crise política de 2014 e por ter instaurado e conduzido o processo de impeachment contra a presidente Dilma Rousseff.

Cunha foi investigado pela Operação Lava Jato, condenado e preso pelos crimes de corrupção passiva, lavagem de dinheiro e evasão de divisas. Ao final de março de 2020, teve a prisão preventiva substituída pela prisão domiciliar em razão da pandemia de Covid-19, por estar no grupo de risco da doença.

O ex-presidente da Câmara teve a última determinação de prisão domiciliar revogada em maio do ano passado. A decisão foi do desembargador Ney Bello, do Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF-1).

O apontamento foi a demora no julgamento da apelação de Cunha. O desembargador citou decisão do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4), que já havia revogado outra ordem de prisão preventiva do ex-deputado, resultado de condenação na Lava Jato.