Desde 2014, mais de 51000 artigos.
,/2020

Criança morre após suspeita de picada de escorpião em Tupã

Regional
29 de janeiro de 2019

Ana Sofia da Silva Santos não resistiu e faleceu no hospital (Foto: Arquivo Pessoal)

Uma criança de quatro anos faleceu na madrugada desta terça-feira (29), vítima de possível picada de escorpião, em Tupã (cerca de 75 quilômetros de Marília).

Conforme as primeiras informações, Ana Sofia da Silva Santos teria sido picada no dedo em sua residência localizada na rua Clóvis de Oliveira, zona Leste da cidade.

A vítima foi inicialmente atendida pela Unidade de Pronto Atendimento (UPA) e transferida para a Santa Casa de Tupã, onde teve quatro paradas cardíacas, não resistindo e vindo a óbito.

A Prefeitura de Tupã alegou, através de uma nota divulgada na manhã desta terça-feira, que todos os procedimentos médicos possíveis foram adotados durante o atendimento da vítima.

“De acordo com as informações da pasta [Secretaria Municipal de Saúde], todos os procedimentos médicos para tentar salvar a vida de Ana Sofia foram tomados pela UPA e Santa Casa, inclusive com aplicação de soro antiescorpiônico, maneira mais eficaz de combater o veneno. Mesmo com o atendimento adequado e o empenho dos profissionais, Ana Sofia infelizmente veio a óbito”.

O corpo da criança foi encaminhado para o exame necroscópico no Instituto Médico Legal (IML) de Tupã. O resultado indicará o que ocasionou a morte de Ana Santos. O Marília Notícia acompanha o caso.

Prefeitura de Tupã

Ainda conforme a nota divulgada pela prefeitura, a Secretaria Municipal de Saúde também informou que o combate de escorpiões está sendo realizado normalmente no município.

“A prefeitura informa que tem feito limpeza de terrenos, praças e prédios públicos, a fim de coibir a proliferação do escorpião e de outros tipos de animais nocivos à saúde humana. Os agentes de saúde também trabalham ininterruptamente com ações de conscientização dos moradores, para que façam limpeza regular de terrenos.

Ainda, a Prefeitura mobiliza proprietários de terrenos e imóveis particulares para que façam as devidas limpezas, com possível aplicação de multa, caso não sigam o determinado em edital publicado pela Secretaria de Meio Ambiente.

Vale reforçar que o ministério da Saúde não recomenda o uso de veneno contra o escorpião, já que a aplicação pode desalojar o animal para outro lugar, ao invés de matar. Por isso, a limpeza de terrenos continua sendo a maneira mais indicada para o combate.

A prefeitura também aguarda a constatação da causa da morte e ressalta que prestará todo o apoio necessário aos familiares de Ana Sofia”, finalizou.