Desde 2014, mais de 54000 artigos.
,/2021

Covid-19: Marília é citada como ‘mau exemplo’ por secretário estadual

Cidade
23 de junho de 2020

Secretário de Desenvolvimento Regional do Estado de São Paulo, Marco Vinholi, menciona o aumento dos casos na região (Foto: Divulgação/Governo de SP)

A região de Marília voltou a ser citada durante coletiva de imprensa do governo paulista, no Palácio dos Bandeirantes, pela gestão da pandemia do novo coronavírus.

A citação desta terça-feira (23) foi feita novamente pelo secretário de Desenvolvimento Regional do Estado, Marco Vinholi.

Ele tem sido escalado pelo governador João Doria (PSDB) para responder perguntas sobre a discordância de prefeitos em relação às regras de flexibilização do Estado.

Ao comentar e interiorização da pandemia, o secretário disse que está acompanhando os números e percebe que a evolução da doença corresponde ao nível de isolamento social.

“Tivemos já a melhora daquelas regiões que cumpriram o Plano SP, como Ribeirão Preto. Quando anunciamos o alerta, a região fez suas ações e tem melhorado. O mesmo não se repete em Presidente Prudente e Marília, onde a questão está se agravando”, disse Vinholi.

O secretário comparou aumento dos números diários. “Ontem anunciei aqui 127% de aumento no número de casos [na região de Marília] e hoje 148,9%. Os números crescem, conforme cresce a pandemia. São exemplos claros de que quem não promove o isolamento social colhe resultados ali na frente”, disse.

Liminares

Os municípios de Marília e Tupã são os únicos da região que têm amparo legal para não seguir, necessariamente, o governo do Estado.

Ou seja, as duas cidades não são obrigadas a adotarem a “fase 1 – vermelha” do Plano São Paulo, com liberação apenas de atividades essenciais.

Apesar disso, Assis e Ourinhos, sem decisão judicial que as autorize a ir contra o Estado, ainda não publicaram decreto para regulamentar o fechamento, que foi anunciado pelo governador João Doria na sexta-feira (19). Garça e Pompeia já restringiram a circulação e decretaram a volta da quarentena mais rígida.