Desde 2014, mais de 42000 artigos.
,/2020

Caminhada movimenta centro e alerta para a amamentação

Cidade
12 de agosto de 2019

Centenas de pessoas, entre profissionais de saúde, estudantes, voluntários da causa e populares, caminharam no centro (Foto: Divulgação)

O sábado, véspera do Dia dos Pais, foi marcado na região central da cidade pelo intenso movimento de consumidores e também por ato público da Campanha Agosto Dourado, que alerta para a importância da amamentação. Centenas de pessoas, entre profissionais de saúde, estudantes, voluntários da causa e populares, caminharam nas principais ruas.

Organizada pelo Banco de Leite Humano, órgão da Secretaria Municipal da Saúde de Marília, a caminhada teve apoio da Prefeitura, Unimar (Enfermagem e Nutrição), Unesp (Fonoaudiologia), Marília Jeep Club, Escola Técnica Antônio Devisate, entre outras instituições.

O secretário municipal da Saúde, Ricardo Sevilha Mustafá, participou ao lado da supervisora do Banco de Leite, enfermeira Sandra Domingues, e demais servidores da Saúde. Ele enalteceu a iniciativa, sob a perspectiva da promoção da vida.

“A amamentação é fundamental para o desenvolvimento da criança e repercute ao longo de toda a nossa vida. É importante que a sociedade se mobilize para divulgar o valor desse gesto e a necessidade de todos apoiarem a mulher nessa fase da vida”, disse o secretário.

Sandra agradeceu a participação das organizações. “Marília é uma cidade com uma política pública pioneira e nos alegra muito ver uma mobilização como essa, envolvendo profissionais da saúde, futuros profissionais e pessoas de vários segmentos. O leite humano é vida e isso precisa ser reafirmado”, reforçou a supervisora do Banco de Leite.

Mobilização ocorreu para destacar a importância  da amamentação (Foto: Divulgação)

Alimento Exclusivo

O leite da mãe é considerado um poderoso imunobiológico que nutre e alimenta. É a melhor receita para a saúde da mulher e do bebê, sendo recomendado leite materno exclusivo até os seis meses de vida.

A Sociedade Brasileira de Pediatria e outras entidades especializadas recomendam a introdução de alimentos (papinhas de frutas, seguidas de receitas à base de legumes), a partir dos seis meses. Nesta fase, todas as mães que puderem, devem continuar oferecendo o peito até os dois anos, ou mais.

Voluntários percorreram as principais ruas de Marília (Foto: Divulgação)