Desde 2014, mais de 71000 artigos.
,/2022

Assinatura com propagandas deverá ter catálogo reduzido

Tecnologia
21 de julho de 2022

Mais barato, o novo plano de assinatura da Netflix com anúncios publicitários deve ser lançado no início de 2023. No entanto, o novo modelo não dará acesso a todas as produções do atual catálogo do serviço streaming, afetando a disponibilidade de material produzido por terceiros.

Segundo Ted Sarandos, co-CEO da companhia, a redução do catálogo deve acontecer por conta dos contratos com os estúdios detentores dos direitos das produções, que não previam a exibição de anúncios publicitários junto aos conteúdos.

A Netflix ainda não divulgou os títulos que não estarão disponíveis, mas afirmou estar em negociação com grandes produtoras. De acordo com o jornal The Wall Street Journal, a Netflix estaria negociando com a Warner Bros., Universal Television e Sony Pictures, que produzem diversos nomes de grande audiência na plataforma.

Segundo a revista Variety, Sarandos disse: “Hoje, a grande maioria dos conteúdos que as pessoas assistem na Netflix pode ser incluída no plano com anúncios. Há alguns títulos que não, e estamos conversando com os estúdios. Mas, se lançássemos o produto hoje, os assinantes desse plano teriam uma ótima experiência”.

A empresa também não revelou os valores dos novos planos. Hoje, os valores vão de R$ 25,90 até R$ 55,90, e passam pelos planos básico, padrão e premium.

Na semana passada, a companhia revelou que a Microsoft será sua parceira global de vendas e tecnologia de anúncios do novo plano de assinatura. Nesta terça, 19, a Netflix revelou que perdeu 1 milhão de assinantes entre abril e junho, chegando a uma perda total de 1,2 milhão de assinantes em 2022.