Desde 2014, mais de 71000 artigos.
,/2022

‘A procura de uma mascote para o Sarem’ é realizada pela Educação

Cidade
07 de junho de 2022

Estudante monta mascote para concurso (Foto: Divulgação)

A Secretaria da Educação promove o concurso “A procura de uma mascote para o Sarem” com os alunos da rede municipal. A iniciativa para criação do desenho para a prova do Sistema de Avaliação do Rendimento Escolar de Marília (Sarem) teve início no último dia 30 e segue até 8 de julho com a premiação do vencedor.

A ideia foi que na semana do dia 30 de maio a 03 de junho, os professores dos 4º e 5º anos das Escolas Municipais de Ensino Fundamental (Emefs) promovessem com seus alunos atividades de exploração sobre o tema e estimularam que se inscrevesse no concurso.

Já no último sábado (4) os alunos inscritos foram até as escolas acompanhados dos familiares que os auxiliaram na criação, para desenhar a mascote criada e concorrer aos prêmios. As premiações serão para o aluno vencedor, familiares e a escola do aluno.

Alunos da rede participam de seleção (Foto: Divulgação)

Essa será a 17ª Edição da prova, a primeira foi em 2003. Confira as etapas do concurso:

– dia 04/06: concurso na Escola;
– dia 08/06: envio dos dois melhores trabalhos da escola para a Secretaria da Educação;
– dias 09 a 19/06: exposição na entrada da SE e no site da Educação (educacao.marilia.sp.gov.br) para votação;
– dia 08/07: resultado e premiação.

SAREM

Conforme explica o professor Joaquim Bento Feijão, Assessor Especial de Gestão Escolar, o objetivo da prova do Sarem é promover um diagnóstico do aprendizado em cada unidade, oferecendo à escola, inclusive a oportunidade de promover eventuais correções e retomar o ano – após as férias escolares – com novas estratégias para alavancar o rendimento.

Estudantes usam a criatividade em concurso (Foto: Divulgação)

A avaliação é preparada e corrigida pela Secretaria, com questões de português e matemática. Rapidamente, as escolas já recebem o feedback com o desempenho de cada estabelecimento, sem nenhuma necessidade de comparação entre escolas.

“A meta é sempre a superação, uma melhoria contínua, mas não temos nenhuma necessidade de comparar uma (escola) com a outra. O Sarem é um sistema municipal pioneiro. Foi criado há 19 anos e tem agradado a todos, é uma avaliação muito aguardada e serve como instrumento que qualifica ainda mais a nossa rede”, diz Feijão.