Desde 2014, mais de 41000 artigos.
,/2019

Zé Bostinha ou Ratarinha? Obra do esgoto vai ter mascote!

Coluna
13 de fevereiro de 2019

Será que o Zé Bostinha ganha?

Para tudo! Hahahaha. A Prefeitura de Marília anunciou esta semana que está com inscrições abertas para a escolha do Mascote da Estação de Tratamento de Esgoto.

MASCOTE PARA O ESGOTO! Hahahaha. É isso mesmo caro leitor, mascote para a obra do esgoto. Desculpa, eu ri! Hahahahaha.

Um amigo meu já deu a sugestão para o nome do mascote: o Zé Bostinha! HAHAHA. Zé Gotinha para a pólio e Zé Bostinha para o esgoto! Vote no Zé Bostinha!

Ouvi dizer também que o Ratarinha é um forte candidato! Tem muito puxa saco desse mascote pela cidade.

Pelo menos a Prefeitura faz a gente se divertir um pouco. Como diz o consagrado colunista José Simão, “nóis sofre mas nóis goza”. Não tem água mas tem mascote!

Brincadeira à parte, o concurso está aberto para inscrição de escolas públicas e privadas do município de Marília que ofereçam a etapa de escolarização referente ao Ensino Fundamental nos finais (8º e 9º anos) e Ensino Médio (1º ao 3º ano).

Segundo o poder público se trata de uma atividade cultural, “que visa estimular a produção artística dos jovens, desenvolvendo aspectos relacionados à criatividade e à educação ambiental e sanitária, objetivando oportunizar uma ampla participação de alunos/escolas”.

Até que é legal vai, conscientizar os adolescentes é uma coisa bacana.

Vale lembrar também que foi esta obra que sugou milhões de reais dos cofres públicos.

A implantação do novo sistema sanitário foi orçada, em 2004, por R$ 52 milhões. Em 2013, quando a empreiteira OAS ganhou a nova licitação, o contrato havia chegado a R$ 106 milhões.

Segundo afirmação feita em delação premiada pelo ex-presidente da OAS, Leo Pinheiro, preso em Curitiba pela Operação Lava Jato, o ex-prefeito e atual deputado estadual Vinicius Camarinha (PSB) teria pedido uma propina no valor de R$ 3,2 milhões para garantir que a obra fosse confirmada e seguisse com a empresa baiana. Ele nega.

Do mesmo modo, Pinheiro entregou supostos esquemas de corrupção com os ex-prefeitos Ticiano Toffoli (PT) e Mario Bulgareli (PDT). Eles também negam.

Agora a obra tocada pelo prefeito Daniel Alonso (PSDB) custa muito menos – quase R$ 31 milhões – e tem previsão de entrega para este ano das bacias do Pombo e do Barbosa, que correspondem a 67% do esgoto do município.

Pensando bem, a saga foi tão grande que merece mesmo um mascote, não é mesmo?

Ratarinha é forte candidato!