Desde 2014, mais de 57000 artigos.
,/2021

Visão vitoriosa do reino de Deus

Coluna
30 de abril de 2021

Para os discípulos de Jesus é muito importante ter uma visão vitoriosa sobre o Reino de Deus, porque quem não tem uma grande visão de futuro é fraco no presente. No capítulo dois do livro de Daniel, Deus revela de maneira maravilhosa a sua soberania sobre os governos do mundo, a destruição dos megalomaníacos impérios e o estabelecimento vitorioso do Reino de Cristo.

O sonho do rei Nabucodonosor foi na verdade uma revelação que Deus lhe deu sobre o futuro, mostrando-lhe os reinos que viriam depois dele. A grande estátua do sonho do rei Nabucodonosor representa os grandes impérios mundiais. O Deus todo poderoso através da vinda de Jesus Cristo, estabeleceu o seu reino, e ele está avançando, enchendo toda a terra através da pregação do evangelho, esse reino triunfará sempre, jamais será destruído, porque é um reino eterno. Em breve, o reino de Jesus Cristo em sua plenitude encherá toda a terra.

1 – A chegada do Reino de Deus.

O reino de Deus chegou e encherá toda a terra (Daniel 2:34-35).

Nós cremos na profecia bíblica de que toda a terra se encherá do conhecimento da glória de Deus (Habacuque 2.14).

O reino de Deus chegou de forma pequena, humilde e simples como uma semente de mostarda, porém, tornar-se-á na maior árvore do jardim (Mateus 13:31-32 NVT). O Reino de Deus encherá toda a terra através da pregação do evangelho, e, esse é um dos sinais que antecede a segunda vinda de Cristo Jesus (Mateus 24:14 NVI).

A chegada do reino de Deus em sua plenitude põe fim a todos governos humanos, não ficará nem vestígio dos governos dos homens na terra (Daniel 2.35). O reino de Cristo é perene, permanente, indestrutível, o seu domínio é eterno, ele jamais será destruído.

“Mas, nos dias destes reis, o Deus do céu estabelecerá um reino que não será jamais destruído; este reino não passará a outro povo; esmiuçará e consumirá todos estes reinos, mas ele mesmo subsistirá para sempre” (Daniel 2.44a).

O reino de Cristo jamais será conquistado, jamais será destruído, jamais passará a outro povo (Daniel 2.44b). O Reino de Cristo é eterno, triunfará e subsistirá para todo o sempre, o seu governo é eterno (Daniel 2:44 NVI). Jesus Cristo é vitorioso, mais que vencedor, Senhor dos senhores e Rei dos reis (Apocalipse 17.14).

O Senhor nosso Deus tem o controle de todas as coisas nos céus e na terra; e o futuro está em suas mãos, portanto, com Senhor ao seu lado a sua vitória é garantida, nós os seus filhos triunfaremos sempre e eternamente com Cristo Jesus nosso Senhor.

2 – O reino de Deus é o tema central do Novo Testamento.

João Batista, pregou o batismo do arrependimento às pessoas, anunciando-lhes que o reino dos céus estava próximo (Mateus 3.1,2). Jesus Cristo começou o seu ministério chamando as pessoas ao arrependimento, dizendo-lhes que o reino dos céus estava chegando (Mateus 4.17).

Jesus manifestou a chegada do reino de Deus ensinando, pregando, curando e libertando as pessoas (Mateus 9.35). Jesus demonstrou que o reino de Deus havia chegado, agindo no poder do Espírito Santo, demonstrando a sua autoridade sobre todas as enfermidades e libertando todos os cativos e oprimidos do diabo.

“O Espírito do Senhor está sobre mim, pelo que me ungiu para evangelizar os pobres; enviou-me para proclamar libertação aos cativos e restauração da vista aos cegos, para pôr em liberdade os oprimidos, e apregoar o ano aceitável do Senhor” (Lucas 4.18,19).

“Mas, se é pelo Espírito de Deus que eu expulso demônios, então, chegou a vocês o Reino de Deus” (Mateus 12:28 NVI).

Os apóstolos priorizavam a pregação do evangelho do reino, pregando o arrependimento e o batismo nas águas como porta de entrada no reino de Deus (Atos 2.38-41). O apóstolo Paulo sempre pregava com ousadia o arrependimento e a fé em Jesus como base para entrarmos no reino de Deus (Atos 17:30-31 NVI).

O evangelho do Reino de Deus deve ser o tema central de nossa pregação (Mateus 10.7,8). Como filhos de Deus, nós devemos orar diariamente para que o seu reino venha e que seja feita a sua vontade aqui na terra como ela é feita no céu (Mateus 6.9,10).

O reino de Deus é o reino de justiça, paz e alegria no Espírito Santo (Romanos 14.17). O Reino de Deus deve ser a nossa prioridade, portanto, todos os dias, nós devemos buscar em primeiro lugar o reino de Deus e a sua justiça.

“Busquem, pois, em primeiro lugar o Reino de Deus e a sua justiça, e todas essas coisas serão acrescentadas a vocês” (Mateus 6:33 NVI).

Só o Reino de Jesus Cristo é invencível, porque Ele com poder e autoridade reinará para sempre, eternamente (Apocalipse 11.15). Ele tem toda autoridade no céu e na terra, e na plenitude do seu Reino não tem nenhum espaço para as acusações do diabo.

“Então, ouvi grande voz do céu, proclamando: agora, veio a salvação, o poder, o reino do nosso Deus e a autoridade do seu Cristo, pois foi expulso o acusador de nossos irmãos, o mesmo que os acusa de dia e de noite, diante do nosso Deus” (Apocalipse 12.10).

As rédeas da história da humanidade estão nas mãos do nosso Deus, não nas mãos dos poderosos deste mundo; tudo está debaixo do governo e do controle do Senhor nosso Deus.

3 – Os filhos de Deus herdarão o reino eterno.

Chegará o dia em que os filhos de Deus herdarão o seu Reino para sempre, eternamente.

“Mas os santos do Altíssimo receberão o reino e o possuirão para todo o sempre, de eternidade em eternidade” (Daniel 7.18). O povo santo herdará o reino eterno, todos os governantes e todas as pessoas terão que se dobrar, obedecer, servir e adorar a Deus o Pai e a Jesus Cristo nosso Senhor e salvador (Daniel 7:27 NVT).

A verdadeira conversão é ser transportado do império das trevas para o reino de Jesus Cristo.

“Dando graças ao Pai, que vos fez idôneos à parte que vos cabe da herança dos santos na luz. Ele nos libertou do império das trevas e nos transportou para o reino do Filho do seu amor” (Colossenses 1.12,13).

O processo da conversão a Cristo requer arrependimento, confissão dos pecados e pedido de perdão, então, acontece o novo nascimento, e esse é o único meio de entrarmos no reino de Deus (João 3.3-5).

O reino dos céus será a morada de todos aqueles que fazem a vontade de Deus o Pai que está no céu. “Nem todo o que me diz: Senhor, Senhor! entrará no reino dos céus, mas aquele que faz a vontade de meu Pai, que está nos céus” (Mateus 7.21).

Os que colocam a sua confiança nas riquezas desse mundo não entrarão no reino de Deus (Mateus 19:23-24 NVI). Os que vivem na prática do pecado não entrarão no Reino eterno do Senhor nosso Deus (1 Coríntios 6:9-10).

Os que andam na carne seguindo suas paixões, cobiças e desejos, não entrarão no Reino de Deus (Gálatas 5:19-21 NVI). O Reino de Deus é para pessoas humildes de coração, simples como uma criança (Mateus 18:3-4). Os filhos de Deus, súditos do seu Reino estão salvos, seguros, garantidos e brilharão eternamente (Mateus 13:43).

No dia do juízo das nações, todos os salvos por Cristo Jesus entrarão na posse do Reino eterno que foi preparado desde a fundação do mundo (Mateus 25:34).

A nossa oração todos os dias deve ser pela vinda e a manifestação do Reino de Deus em sua plenitude. Nós somos o povo do reino de Deus, e o reino de Deus triunfará sobre todos os reinos dos homens. Você é convidado a juntar-se aos salvos, aos santos anjos, serafins, querubins, os vinte e quatro anciãos, os quatro seres viventes, e celebrar com alegria àquele que vive e reina para sempre (Apocalipse 19:1-7). A história se encerrará com festa de celebração e o triunfo de Jesus Cristo e a sua amada igreja.

Aleluia! Amém!