Desde 2014, mais de 27000 artigos.
,/2018

Mulheres curves não podem usar listras? Não é bem assim!

Coluna
26 de junho de 2018

O tabu dessa nossa primeira semana são as listras e plus size. Apesar de listrado nunca sair de moda e ser indispensável no guarda-roupa feminino, ele gera muitas dúvidas a respeito do que engorda, do que afina, do que alonga, e qual tipo de listra favorece qual tipo de corpo.

Por isso, hoje vamos fazer um post falando a respeito dos diferentes tipos de listras e seus efeitos no visual, ressaltando que estas dicas valem para quem quer equilibrar proporções.

As listras são clássicas, vale a pena ter pelo menos uma peça de roupa com essa padronagem, independente do seu tipo corporal. Pra fazer mil combinações bonitas e alegres!

Sempre dizem que mulheres curves – ou se preferirem plus size, não podem usar certas peças de roupas ou ainda algumas estampas e tecidos. Isso se tornou um tabu na moda. Uma zona cinza e pouco comentada nos blogs, gerando baixo investimento das marcas.

No entanto, temos que lembrar que quem tem estilo não deve se preocupar com regras impostas. Cada estilo reflete uma personalidade!

O importante é apenas seguir algumas regras que não devem ser esquecidas na hora de escolher um look com listras, para manter a harmonia e desfilar pelas ruas esbanjando bom gosto e elegância.

• Evite tecidos com muita elasticidade que marque seu corpo deformando a estampa, peças assim dão sim a impressão que você está enrolada pelas listras.

Evite looks inteiros de listras horizontais, tais como vestidos e macacões, pois criam a ilusão de que o corpo realmente é maior do que na verdade ele é. Para esses looks, opte por listras verticais e escolha peças acinturadas e de cores mais escuras, criando um contraste, que dá a ilusão de corpo alongado;

Dica Esperta: LISTRAS DIAGONAIS E ASSIMÉTRICAS: Estes dois tipos de listras são os mais favoráveis e democráticos, pois criam uma ilusão de ótica geralmente favorável para as silhuetas. Por exemplo: listras de larguras diferentes, listras de sentidos diferentes, misturar linhas horizontais e verticais, esta confusão visual impede que uma única região do corpo fique em evidência. Isso evita o efeito “alargador” das formas.

Invista em listras diagonais na região da cintura, ainda mais se o vestido ou a blusa forem acinturados. Use as listras horizontais nas partes mais finas do seu corpo, por exemplo, se seu quadril e pernas forem largos, opte por uma calça ou saia lisa e use uma blusa com listras.

Caso seus ombros sejam mais largos, faça o contrário, use uma peça com listras horizontais para alargar o quadril, equilibrando sua silhueta. Em alguns casos ela é aplicada estrategicamente nas peças, conseguindo um efeito que desenha curvas. Para, por exemplo, quem não tem cintura, opte por uma blusa com as laterais em listras verticais de fundo escuro e o centro com listras horizontais ou diagonais.

• Finalizando: “A modelagem da peça se sobrepõe à cor, padronagem e estampa” Então não adianta por exemplo se você quer disfarçar o tronco, usar uma blusa preta (pois o preto teoricamente afina e diminui) se você optar por uma modelagem estruturada e volumosa.

Neste caso uma blusa listrada na modelagem sequinha favorece seu tipo de corpo. É melhor escolha do que a blusa preta em modelagem errada.

• Cuidado com as regras, casa caso é um caso! Exemplo: Nem toda peça com listra vertical vai alongar e afinar, pois dependendo da modelagem o efeito pode ser contrário: uma mulher curvilínea que opte por uma saia bandagem de listras largas verticais, vai ressaltar ainda mais o volume e as curvas do quadril ao invés de alongar e afinar.

O look acima está todo em equilíbrio, a fenda, o decote em V valorizando o busto, as listras na diagonal alongam a silhueta e assim o conjunto de detalhes conferem um charme especial!

Viu como dá para usar listras? Elas dão um ar fashionista à qualquer composição básica! Boa sorte e ame-se sempre!!