Desde 2014, mais de 62000 artigos.
,/2021

A presença permanente de Deus

Coluna
23 de abril de 2021

“Eis que a virgem conceberá e dará à luz um filho, e ele será chamado pelo nome de Emanuel que quer dizer: Deus conosco.” (Mateus 1.23).

Como filhos de Deus, discípulos de Jesus Cristo, vivendo em pleno século 21, nesse mundo influenciado pelo maligno, no meio de uma sociedade moral e espiritualmente corrompida e perversa, é possível desfrutar da presença permanente de Deus conosco, e, essa é a nossa maior necessidade como cristãos dessa geração.

Andar com Deus, em comunhão constante com o Espírito Santo, é o caminho para a vida plena, e a condição para estarmos preparados para a volta do Senhor Jesus Cristo.

1 – A onipresença de Deus.

Esse é um atributo exclusivo de Deus. O Senhor nosso Deus enche os céus e a terra com a sua santa, majestosa, maravilhosa e gloriosa presença.

“Tu me cercas por trás e por diante e sobre mim pões a mão. Tal conhecimento é maravilhoso demais para mim: é sobremodo elevado, não o posso atingir. Para onde me ausentarei do teu Espírito? Para onde fugirei da tua face? Se subo aos céus, lá estás; se faço a minha cama no mais profundo abismo, lá estás também; se tomo as asas da alvorada e me detenho nos confins dos mares, ainda lá me haverá de guiar a tua mão, e a tua destra me susterá. Se eu digo: as trevas, com efeito, me encobrirão, e a luz ao redor de mim se fará noite, até as próprias trevas não te serão escuras: as trevas e a luz são a mesma coisa.” (Salmo 139.5-12)

Os olhos do Senhor estão em todos os lugares contemplando a todos os homens. (Provérbios 15.3). O Altíssimo Deus vem com a sua santa presença e passa a habitar conosco.

“Pois assim diz o Alto e Sublime, que vive para sempre, e cujo nome é santo: “Habito num lugar alto e santo, mas habito também com o contrito e humilde de espírito, para dar novo ânimo ao espírito do humilde e novo alento ao coração do contrito.” (Isaías 57:15 NVI)

O céu é o trono de Deus, e a terra é o estrado dos seus pés. (Isaías 66:1 NVI). A onipresença de Deus está em toda parte, enchendo os céus e na terra.

“Acaso sou Deus apenas de perto?” Diz o SENHOR. “Não sou Deus também de longe? Pode alguém se esconder de mim onde eu não veja? Não estou em toda parte, nos céus e na terra?” diz o SENHOR.”  (Jeremias 23:23-24)

No Senhor nosso Deus nós vivemos, nos movemos e existimos (Atos 17.28). Todas as pessoas estão diante dos olhos do Senhor nosso Deus, ele contempla a todos (Hebreus 4.13). Contudo, o Senhor Deus só vem com a sua presença manifesta aonde o seu Santo nome é invocado, louvado, adorado, exaltado, celebrado com amor, temor, reverência, perseverança, expectativa e com alegria.

2 – A presença manifesta de Deus.

É quando Deus vem ao nosso encontro e se manifesta no meio do seu povo, na igreja durante os cultos de adoração e celebração ao Senhor; e onde Deus está presente há salvação, cura, libertação e grandes milagres.

O Senhor Deus se revela ao seu povo, Ele desceu com a sua presença manifesta sobre o monte Sinai, à vista de toda a nação de Israel (Êxodo 19:16-20 NVI). O Senhor Deus sempre vinha ao encontro de Moisés em uma coluna de nuvem, na tenda que Moisés armava fora do acampamento dos filhos de Israel (Êxodo 33:7-11).

O Senhor Deus veio com a sua presença manifesta à vista de todo o povo de Israel na inauguração do tabernáculo no deserto (Êxodo 40.34-38) e na inauguração do templo de Salomão (2 Crônicas 5.11-14).

A vontade do Senhor Deus é se manifestar assim no meio de nossos cultos de adoração, em nossas células, nos pequenos grupos de família, que acontecem em nossas casas. O Senhor Deus veio com a sua presença manifesta no monte Carmelo respondendo a oração do profeta Elias. (1 Reis 18.36-39)

Deus o Pai se manifestou das nuvens no batismo de Jesus e o Espírito Santo veio sobre ele de uma forma visível como de uma pomba (Mateus 3.16,17). Com essa declaração, Deus o Pai estava firmando a identidade de Jesus, o seu Filho amado.

Deus o Pai também veio com a sua presença manifesta atendendo a oração de Jesus no monte da transfiguração (Mateus 17.1-7). O Senhor Jesus Cristo prometeu se manifestar aos seus discípulos que o amam. “Aquele que tem os meus mandamentos e os guarda, esse é o que me ama; e aquele que me ama será amado por meu Pai, e eu também o amarei e me manifestarei a ele.” (João 14.21)

O Espírito Santo veio com a sua presença manifesta sobre os primeiros discípulos no dia de Pentecostes, dando-lhes capacitação para pregar com amor, compaixão, poder e autoridade (Atos 2.1-4). Essa mesma unção do Espírito Santo está sobre nós para que possamos dar continuidade à missão que Jesus Cristo começou.

3 – A presença permanente de Deus.

A nossa maior necessidade como discípulos de Jesus é andar com Deus, desfrutando diariamente de sua presença permanente conosco.

Enoque andou com Deus “e já não era, porque Deus o tomou para si” (Gênesis 5.22-24). Você sabe por que Noé foi escolhido por Deus para construir a arca? Porque Noé andava com Deus (Gênesis 6.9).

A presença permanente foi o pedido que Moisés fez ao Senhor Deus. “Então, lhe disse Moisés: se a tua presença não vai comigo, não nos faças subir deste lugar” (Êxodo 33.15). Temos que tomar a decisão de não dar nem um passo sem a presença de Deus conosco.

A presença permanente foi a promessa que o Senhor Deus fez a Josué. “Ninguém te poderá resistir todos os dias da tua vida; como fui com Moisés, assim serei contigo; não te deixarei, nem te desampararei.” (Josué 1.5)

Essa mesma promessa foi feita também para cada discípulo do Senhor Jesus Cristo. “Não amem o dinheiro; estejam satisfeitos com o que têm”. Porque Deus disse: “Não te deixarei; jamais te abandonarei.” (Hebreus 13:5)

O Senhor nosso Deus garante a sua poderosa presença conosco nos momentos mais difíceis que atravessamos.

“Quando passares pelas águas, eu serei contigo; quando, pelos rios, eles não te submergirão; quando passares pelo fogo, não te queimarás, nem a chama arderá em ti.” (Isaías 43.2)

O Senhor Jesus quer habitar conosco sempre em nossa casa. “Eis que estou à porta e bato; se alguém ouvir a minha voz e abrir a porta, entrarei em sua casa e cearei com ele, e ele, comigo” (Apocalipse 3.20). Abra a porta de sua casa e convide Jesus para entrar e habitar com a sua família, então, vocês desfrutarão da presença permanente do Emanuel, Deus conosco.

Os apóstolos tinham grande convicção da presença permanente de Jesus com eles, por isso, eles realizam milagres extraordinários (Atos 3.1-8). Como discípulos, nós temos a promessa e a garantia da presença permanente de Jesus Cristo conosco até o fim.

“Ensinem esses novos discípulos a obedecerem a todas as ordens que eu lhes dei. E lembrem-se disto: estou sempre com vocês, até o fim dos tempos.” (Mateus 28:20 NVT)

Nós que amamos a Jesus e guardamos os seus mandamentos, temos a garantia dada por ele, que o Deus trino vem e habita em nosso corpo.

“Respondeu Jesus: “Se alguém me ama, obedecerá à minha palavra. Meu Pai o amará, nós viremos a ele e faremos morada nele.” (João 14:23 NVI)

A presença permanente de Deus em nossa vida, torna-se realidade através do Espírito Santo habitando em nosso corpo.

“E eu pedirei ao Pai, e ele dará a vocês outro Conselheiro para estar com vocês para sempre, o Espírito da verdade. O mundo não pode recebê-lo, porque não o vê nem o conhece. Mas vocês o conhecem, pois ele vive com vocês e estará em vocês.” (João 14:16-17 NVI)

“Acaso não sabem que o corpo de vocês é santuário do Espírito Santo que habita em vocês, que lhes foi dado por Deus, e que vocês não são de vocês mesmos?” (1 Coríntios 6:19 NVI)

Andar na presença do Senhor diariamente é uma preparação para vivermos eternamente na casa de Deus o nosso Pai.

A nossa pátria é a celestial, a nossa cidade será a nova Jerusalém, onde Deus habitará conosco para sempre. (Apocalipse 21.1-4).

Aleluia! Amém!