Desde 2014, mais de 26000 artigos.
,/2018

Unimar desmente Prefeitura sobre pagamento da UPA

Cidade
09 de janeiro de 2017
upa

Funcionários da UPA: salários atrasados.

A Associação Beneficente Hospital Universitário (ABHU), gestora da UPA Zona Norte, desmentiu nesta segunda-feira (9) a informação da Prefeitura de Marília de que o repasse do convênio firmado entre a instituição e poder público municipal foi feito no prazo combinado.

O Marília Notícia apurou que a ABHU teria que receber R$ 1,5 milhão, referente aos serviços prestados em dezembro na UPA. O pagamento deveria ter sido efetuado no máximo até a última sexta-feira (6).

“Estou desesperada, não vamos conseguir pagar nenhum funcionário hoje, não deram [a Prefeitura] nem previsão de pagamento. Estamos com a unidade cheia, final do ano trabalhamos muito por lá e agora os funcionários ficam sem o salário? Não é justo”, disse a superintendente da ABHU, Márcia Mesquita Serva ao MN na última sexta.

Um dia antes da declaração da superintendente, na quinta-feira (5), a Secretaria da Fazenda informou por meio de nota distribuída à imprensa que os repasse dos convênios estavam sendo pagos nos prazos combinados com cada instituição (que inclui o ABHU).

Porém, de acordo com Serva, até o momento foram depositados apenas R$ 300 mil de um contrato de R$ 1,5 milhão referente ao mês de janeiro (que pagaria as despesas de dezembro).

O valor, segundo a instituição, não cobre sequer 30% da folha salarial dos profissionais da UPA.

Atualmente a Prefeitura paga para a Unimar gerir a unidade de saúde da zona norte. O contrato foi feito ainda na gestão do antigo prefeito Vinícius Camarinha (PSB), que deixou para Daniel Alonso (PSDB) mais R$ 3 milhões em dívidas somente com a instituição.

Portanto, somente no contrato da UPA zona norte há um débito de mais R$ 4,2 milhões da Prefeitura (antiga e atual administração) com a ABHU. Os funcionários seguem sem receber salários.

Nos bastidores políticos foi disseminada a informação de que outros R$ 240 mil referentes ao contrato da UPA zona norte haviam sido depositados na sexta-feira, mas a Unimar também disse que isso não ocorreu.

“Há outro contrato da ABHU com a Prefeitura. É um contrato de produção SUS (Sistema Único de Saúde) referente aos atendimentos e procedimentos do SUS no Hospital Beneficente Unimar com repasse mensal de cerca de R$ 500 mil. Desse valor, recebemos apenas R$ 240 mil, menos de 50%, em janeiro”, explica Márcia.

Segundo ela, para arcar com os salários dos colaboradores da UPA nos últimos meses do ano (ainda administração de Vinícius Camarinha) a ABHU precisou de empréstimo bancário. “Já estamos pagando juros por falta de repasse da Prefeitura, contudo neste mês só tivemos recursos para carregar o cartão alimentação dos funcionários. A Prefeitura terá que honrar o contrato e ainda os juros o banco”, finaliza.

Já a secretaria da Fazenda informou ao Marília Notícia que sobre os pagamentos da Prefeitura com a Unimar, as negociações estão sendo feitas diretamente com a superintendente do AHBU.

Vale ressaltar que o começo da atual administração enfrenta sérias dificuldades financeiras devido a má gestão do dinheiro público no governo anterior.

“O secretário Levi Gomes informa ainda que a administração aguarda os números da arrecadação dos próximos dias para efetuar novos pagamentos ao hospital”, diz o poder público em nota.